Anterior

Veículos furtados de comerciante são encontrados em Santa Bárbara

08/01/2015

Anterior

Próxima

DAE abre inscrição para concurso de mecânico de veículos pesados

08/01/2015

Próxima
08/01/2015 - 10:07
Iracemápolis reduz 3 horas do racionamento por dia

Iracemápolis (SP) reduzirá o racionamento de água de nove para seis horas diárias a partir desta sexta-feira (9). Com a mudança, a população ficará sem o fornecimento das 8h às 14h e não mais das 8h às 17h, como acontecia desde o dia 27 de outubro. A Prefeitura informou que a decisão foi possível devido às chuvas recentes, que elevaram o nível das três represas que abastecem a cidade.

Os temporais mudaram radicalmente o cenário da represa Iracema, a principal de Iracemápolis. O local havia secado em agosto, quando houve uma mortandade de peixes, e, atualmente, alcançou 40% da capacidade. De acordo com o prefeito Valmir de Almeida (PT), a interrupção só vai acabar quando o nível da Iracema alcançar 100% do limite. As outras duas represas, Boa Vista e Municipal, também estão em condições melhores, porém longe dos índices normais, segundo a Prefeitura.

“A interrupção do fornecimento de água tem servido para provocar uma reflexão coletiva de que é preciso economizar e fazer uso consciente da água. Somente agora, enfrentando essa crise, é que conseguimos mudar alguns hábitos que prejudicavam o meio ambiente”, destacou o Almeida.

Proibições
Apesar da redução na economia, continuarão em vigor as medidas previstas no decreto do racionamento. Os moradores não podem utilizar água da rede pública para lavar caminhões e veículos, quintais, telhados, paredes, calhas, garagens, veículos e o despejo de água tratada nas redes pluvial ou de esgoto.

Prestadores de serviço de lava-rápido ou lava-jato também não poderão utilizar água tratada da rede pública para desenvolver suas atividades. A lavagem de garagens continuará permitida se for feita com água reutilizada da máquina de lavar.

Multas


Desde o início do racionamento, a fiscalização realizada por servidores do Departamento de Água e Esgoto (DAE), Defesa Civil e Pelotão Ambiental resultou na aplicação de 60 multas por desperdício. O valor da primeira infração é de R$ 200 e, no caso de reincidência, passa para R$ 400.

As multas são permitidas em uma lei municipal aprovada em agosto de 2014. Casos de desperdícios de água em Iracemápolis podem ser denunciados à Prefeitura pelo telefone (19) 3456-9240.

 

Fonte: G1






Link:





Deixe seu Comentário


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.