Anterior

Comissão Processante ouve depoimentos de testemunhas; denunciante diz que prefeito cometeu irregularidades

02/04/2015

Anterior

Próxima

Cidades da região se unem e criam Comitê de Combate à Dengue

02/04/2015

Próxima
02/04/2015 - 09:26
Vereadores de Americana aumentam os próprios salários em 7,3%

A Câmara de Americana aprovou por unanimidade, em regime de urgência especial, na sessão de ontem, o projeto de resolução de autoria da Mesa Diretora que elevou os subsídios dos vereadores em 7,3%. A remuneração dos 18 parlamentares vai passar agora para R$ 8.268,75 e do presidente do Legislativo para R$ 9.053,64.

Os salários dos servidores também foram reajustados com o mesmo percentual. O índice adotado é 1,08% acima do que foi concedido aos funcionários públicos do Poder Executivo.

A votação do projeto foi tranquila e não contou com muita discussão entre os vereadores. De acordo com o presidente da Casa, Pedro do Nascimento Júnior, o Pedro Peol (PV), foi concedido o reajuste inflacionário calculado nos últimos 12 meses, de 6,22%, que é obrigatório de acordo com a Constituição Federal, e mais um aumento real de pouco mais de 1%. "Fizemos um estudo e concluímos que, pelo valor do repasse do duodécimo (verba de sustento do Poder Legislativo, que é repassada pela prefeitura), seria possível conceder o aumento real", explicou. O percentual foi adotado após um estudo sobre o impacto financeiro da medida.

Peol disse que os funcionários aprovaram o índice proposto em assembleia. Ele disse ainda que o valor do reajuste adotado pela câmara não precisa seguir o que ficou definido para os servidores da Prefeitura. "Não precisa ter isonomia porque são folhas de pagamento diferentes", afirmou. "Além disso, não é a primeira vez que acontece de conceder reajustes diferentes nos dois poderes".

Segundo o presidente, não houve resistência na concessão de um índice diferenciado para os funcionários do Legislativo em relação ao Poder Executivo, apesar de existir uma corrente de reivindicação de equiparação salarial dos servidores da prefeitura com a câmara. Com o reajuste, o piso salarial da casa foi fixado em R$ 1.101,96 e o teto é R$ 9.354,62. O subsídio reajustado será concedido de forma retroativa a 1º de janeiro, tanto para os funcionários quanto para os vereadores.

Subsídio de vereadores:
Atual: R$ 7.706,20
Vai para: R$ 8.268,75

Subsídio do presidente:
Atual: R$ 8.437,60
Vai para: R$ 9.053,64

 

Fonte: Liberal






Link:





Deixe seu Comentário


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.