Anterior

Idoso constrói túmulo de 6 metros de altura com televisão em Pernambuco

03/01/2016

Anterior

Próxima

Mato toma conta de calçada na Vila Linópolis

03/01/2016

Próxima
03/01/2016 - 12:27
Passagem de ônibus sobe para R$ 3,80 em Campinas

A passagem de ônibus do transporte municipal de Campinas (SP) subiu de R$ 3,50 para R$ 3,80 a partir de domingo (3). O reajuste de 8,57% foi publicado no Diário Oficial do Município da quarta-feira (30). O valor é o mesmo anunciado para as tarifas de ônibus, metrô e trem que circulam na capital paulista a partir de 9 de janeiro de 2016.

Ainda segundo o documento, o Cartão Bilhete Único, o Vale Transporte e o Cartão Especial custarão R$ 3,80. O Bilhete Único Escolar terá custo de R$ 1,52, e o universitário será R$ 1,90.

O aumento mais recente havia sido concedido em 10 de janeiro, quando a tarifa saltou de R$ 3,30 para os atuais R$ 3,50. Além disso, a Prefeitura elevou de R$ 2,5 milhões para R$ 5 milhões o subsídio mensal a empresas de ônibus, de julho a dezembro. Segundo a Emdec, a expectativa inicial é de que o valor do repasse seja mantido no primeiro semestre de 2016.

Justificativas


Em nota, a Prefeitura de Campinas informou que em três anos a recomposição da tarifa foi de 15,15%, contra a inflação acumulada de 25,74%. O Executivo também defendeu que no período os insumos da cadeia do transporte público tiveram aumentos acima da inflação.

A remuneração dos motoristas foi de 50,43%, o óleo diesel S10 teve reajuste de 41,88%, e os pneus 25,93%. Os valores dos veículos subiram 25,89%. O decreto assinado pelo prefeito Jonas Donizette (PSB) defende que a alta será para o equilíbrio econômico e financeiro do sistema.

Problemas no sistema

O sistema de transporte de Campinas tem registrado problemas com ônibus que interrompem viagens devido a penas secas. A Emdec alega que apura todos os casos denunciados.

Água também mais cara


A conta de água  sofrerá um reajuste de 10,95% a partir de fevereiro de 2016. A Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A (Sanasa) foi autorizada a reajustar o valor pela Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Ares-PCJ) para equilíbrio econômico da empresa.

O mesmo índice de reajuste serve para os serviços prestados pela Sanasa, informa a resolução publicada em Diário Oficial de Campinas. Os novos valores passam a valer a partir do dia 5 de fevereiro, segundo  a empresa, que não quis comentar o novo aumento.

Outros aumentos
Os consumidores da Sanasa tiveram dois outros reajustes em 2015. O primeiro em fevereiro (anual). O índice foi de 11,98%. O segundo aumento (extraordinário), ocorreu em julho deste ano e reajustou a conta em 15%.

 

Fonte: G1






Link:





Deixe seu Comentário


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.