Anterior

Dr. José questiona Prefeitura sobre acupuntura a pacientes do SUS

29/02/2016

Anterior

Próxima

Joi apela à Diretoria de Ensino por limpeza em quadra da Escola no Rochelle

29/02/2016

Próxima
29/02/2016 - 16:39
Câmara de Hortolândia vai revogar reajuste após pressão popular

O presidente da Câmara de Hortolândia, Gervásio Batista Pozza (PT), informou que vai revogar a lei que concedeu reajuste da inflação aos subsídios dos vereadores da cidade, fato que gerou muitas reclamações da população, inclusive com manifestação no plenário do Legislativo. Com o aumento, o salário do vereador passou de R$ 11,2 mil para R$ 12,4 mil, com aumento de 10,76% da inflação.

Ontem, o presidente confirmou a decisão de manter o subsídio antigo em entrevista coletiva à imprensa. Eis a íntegra do pronunciamento do presidente:

"Como presidente desta Casa de Leis, em nome dos vereadores, que representam a vontade da maioria dos eleitores de Hortolândia, venho informar, que após ouvir a sociedade decidimos dar nossa contribuição para ajudar o país a sair da crise.

 

Por isso, informo que revogaremos a lei que prevê a reposição inflacionária do ano de 2015 para o subsídio dos parlamentares. O Projeto sobre o assunto será apresentado ainda hoje.

 

Gostaria de frisar que a Lei do subsídio foi aprovada pelos vereadores e os que  não votaram apoiaram a reposição, e este pronunciamento é feito para que não haja distorções das palavras de nenhum vereador.

 

A Câmara tem contribuído imensamente para o crescimento da cidade, como por exemplo, o adiamento de projetos considerados em 2015, menos urgentes, para que fossem devolvidos mais de R$ 5,5 milhões no ano passado à Prefeitura. Sendo que mais de 3 milhões de reais foram usados exclusivamente para o pagamento de 13o  salário dos funcionários do Poder Executivo.

 

Esta Casa de Leis sempre preza pela transparência de seus atos, sendo que tudo o que acontece dentro do processo legislativo está disponibilizado no site da Câmara. No nosso Portal da Transparência também estão contidas todas as ações do Poder Legislativo".

 

 






Link:





Deixe seu Comentário


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.