Anterior

Santa Bárbara bate recorde de demissões na região, diz Ciesp

23/03/2016

Anterior

Próxima

Morre aos 52, ex-vereador Zezinho De Nadai

23/03/2016

Próxima
23/03/2016 - 09:13
Ônibus vai a R$ 3,20 em Sumaré na segunda-feira

A Prefeitura de Sumaré publicou nesta quarta-feira, 23 de março, decreto autorizando a revisão da tarifa do Transporte Coletivo Urbano (Municipal) para R$ 3,20. A nova tarifa vale a partir da zero hora da próxima segunda-feira, dia 28. O reajuste, segundo a Prefeitura, é inferior a praticamente todos os índices de inflação oficiais verificados no período de janeiro a dezembro do ano passado. O último reajuste havia ocorrido em janeiro de 2015, quando o valor foi fixado em R$ 2,90. Entre 2013 e 2014, não houve reajuste e a passagem permaneceu em R$ 2,50.

O atual contrato de concessão do serviço, de 2008, garante à empresa concessionária o direito de pleitear a revisão anual da tarifa. Em 25 de janeiro deste ano, a Auto Viação Ouro Verde protocolou o pedido de reajuste da tarifa para R$ 4,24, baseado em uma planilha que apontava o aumento de seus custos. Esta hipótese foi imediatamente descartada pela Municipalidade, que solicitou ao próprio corpo técnico da Secretaria Municipal de Mobilidade a revisão da planilha.

Utilizando a sistemática de cálculo de tarifas do Transporte Coletivo normatizada pelo Ministério dos Transportes conhecida como “Geipot” (que leva em consideração, entre outros fatores, o chamado IPK, ou “Índice de Passageiros por Quilômetro” de cada linha urbana), os técnicos do Município chegaram a um valor de R$ 4,07 – também descartado pela Prefeitura.

“Considerando a necessidade de fazermos a revisão anual da tarifa, que é um direito da empresa, mas principalmente e acima de tudo o momento econômico de crise nacional e as dificuldades financeiras pelas quais passam as empresas e as famílias brasileiras, visando manter a modicidade e a razoabilidade da tarifa do Transporte Coletivo Urbano, a Prefeitura decidiu autorizar a revisão da tarifa para R$ 3,20 – um valor abaixo da média do que é praticado em cidades da região de porte semelhante ao de Sumaré”, explicou o gabinete.






Link:





Deixe seu Comentário


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.