Com show na final, Rafaela Fortunato leva prova dos Três Tambores no JRF 2017

Por Roberto 17/09/2017 - 19:57 hs

Com show na final, Rafaela Fortunato leva prova dos Três Tambores no JRF 2017
Provas agitaram o primeiro fim de semana do JRF 2017

 

Amazona vence e larga na frente no Campeonato Nacional 2017/18. Já o trio Gervásio, Caio Ferrão e Paola Gomes levou o handcap 10 da disputa Team Penning


A vencedora da primeira etapa do Campeonato Nacional de Três Tambores 2017/18 foi conhecida no Jaguariúna Rodeo Festival 2017 neste sábado (16). E de forma emocionante. Com a Arena lotada, a campeã da noite foi Rafaela Fortunato. Montando Gabiroba, ela somou o menor tempo nas eliminatórias e na final (49s031), ficando com a desejada fivela e a premiação no valor de R$ 17 mil. Além disso, Rafaela somou pontos no ranking nacional do Campeonato Brasileiro.


A competição, organizada pela ANTT (Associação Nacional dos Três Tambores), foi realizada pela primeira vez em Jaguariúna. Reconhecidamente um dos principais torneios da modalidade, as disputas foram em alto nível e os resultados mostraram o nível similar entre as 10 amazonas da decisão.


O título foi suado para Fortunato. A vice-campeã, Mariana Jubran, ficou a poucos centésimos da rival: 49s137. A amazona nascida em Americana pôde, neste sábado, se recuperar da noite anterior, quando não havia ficado entre as cinco primeiras, e ficar com a fivela.


Confira abaixo as três primeiras da prova dos três tambores:


Campeã: Rafaela Fortunato - Tempo somado: 49s031

2º: Mariana Jubran - Tempo somado: 49s137

3°: Ana Carolina Fogaça - Tempo somado: 49s192


Disputa mirim


Na disputa entre os competidores mais jovens, Stephanie Rodrigues foi a vencedora, com 49s068, na somatória dos tempos. A nogueirense montou o cavalo Xogum Gamay e ficou com o título.


Team Penning


O tradicional Team Penning também levantou a Arena do Jaguariúna Rodeo Festival 2017. Na final da categoria Handcap 10, melhor para o trio formado por Paola Gomes, Caio Ferrão e Gervásio, que ficou com o menor tempo médio após as eliminatórias, semifinal e decisão: 17s518. Além de conquistarem a desejada fivela, levaram uma moto 0km.


O equilíbrio entre os 15 trios finalistas ficou evidente no resultado final. A distância entre o primeiro e quinto colocados foi de pouco mais de um segundo.  Mais regulares, Paola, Caio e Gervásio foram os únicos a terminarem na casa dos 17 segundos.


Na categoria feminina, Paola Gomes, Samantha Sierra e Carol Scatolin levaram a melhor, com tempo médio de 19s657. Na final, alcançaram 18s65. A passada foi a segunda melhor da noite contando as três categorias.


Na disputa mirim, o título ficou com Diogo Scatolin, Eduardo Mendes e Gabriel Bachega, que tiveram 22s267 como tempo médio.