Setembro Amarelo, um alerta

Por Celso Luis Gagliardo 20/09/2018 - 21:04 hs
Setembro Amarelo, um alerta
Celso Luis Gagliardo, profissional de Recursos Humanos

 

A mídia em geral tem divulgado o Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. A Organização Mundial da Saúde instituiu o dia 10 de setembro como Dia Mundial da Prevenção do Suicídio.


Em Americana existem serviço público, de Faculdades e de profissionais voluntários, no atendimento de pessoas com problemas de ordem psíquica ou emocional. E o CVV na rua Carioba, 536, que também presta um trabalho relevante de irrestrito acolhimento, para ouvir sem julgar, sob sigilo rigoroso. A propósito, o CVV esteve com representação nos desfiles de 7 de Setembro, promoveu palestra e Curso no auditório da Câmara e no próximo dia 30, domingo, estará em Caminhada a partir das 8h30 na Avenida Brasil, saída  em frente ao CCL.


O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que a Aids e muitos tipos de câncer.


Embora tema tabu, especialistas defendem que é preciso falar sobre a questão para que as pessoas em geral sejam informadas em como ajudar e identificar os sinais que a pessoa dá quando em sofrimento, e como agir na busca de tratamento e prevenção.


O CVV atende 24 horas pelo telefone 188, integrado nacionalmente, de forma gratuita. A demanda tem aumentado, passando de 2 milhões de atendimento ano, incluídos também os atendimentos via chat e e-mail (www.cvv.org.br). Por isso mesmo, precisa de mais voluntários, pessoas com disponibilidade para doar 4,5 horas de atendimento por semana. Em Americana será iniciado novo Curso de formação no dia 1º de outubro, segunda-feira. Interessados deverão comparecer na rua Carioba, 536, Cordenonsi, às 18h45, para preencherem a ficha de inscrição. É necessário ter mínimo de 18 anos. O curso compreende 15 encontros entre teoria e prática de atendimento.