De olhos bem fechados

Por Oscar DAmbrosio 07/01/2019 - 22:26 hs
De olhos bem fechados
Oscar DAmbrosio é jornalista e gerente de comunicação e mkt da Faculdade de Ciências Médicas de SP

 

Perante um mundo que parece muitas vezes não oferecer esperanças, filmes apocalípticos costumam ganhar espaço. É o caso de ‘Bird Box’ (‘Caixa de Pássaros’), dirigido por Susanne Bier, baseado no romance homônimo de Josh Malerman. Numa sociedade futura, andar sem vendas significa a morte.


Se no filme ‘Um lugar silencioso’ a metáfora estava na impossibilidade de fazer sons, que atraía monstros assassinos; em ‘Bird Box’ os zumbis não podem ser vistos. Penas se salvam dessa maldição é claro, os cegos, e, de maneira muito interessante, os loucos. Excetuando esses personagens, a visão dos seres inebria e leva a cometer suicídio.


A protagonista Sandra Bullock luta para escapar dessa distopia com duas crianças, uma que é a sua filha e a de uma companheira que retirou a venda. Permanecer de olhos bem fechados é a única alternativa para sobreviver. E o que isso significa? Provavelmente a construção de uma sociedade melhor daquela que foi invadida pelos matadores seres.


Os zumbis, embora apareçam em desenhos feitos por um louco, como seres aterradores, têm vozes sedutoras e são, para aqueles que os veem, fonte de beleza e de esperança. Trata-se de um alerta para uma sociedade em que jovens muitas vezes perdidos e desgostosos se refugiam na própria morte. Nesse sentido, a metáfora de andar de olhos vendados é uma resposta para buscar um novo mundo.  

 

Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.