Não consigo respirar!

Por Professora Bebel 04/06/2020 - 09:43 hs
Não consigo respirar!
Professora Bebel é presidente da Apeoesp e deputada estadual

 

Venho expressar profunda indignação com as declarações do Presidente da Fundação Cultural Palmares, proferidas no dia 30 de abril. As declarações ocorreram em reunião com servidores, cujo conteúdo foi gravado e divulgado.


O senhor Sérgio Camargo se referiu a três diretores da Fundação, negros, por ele exonerados sob a alegação de serem “vagabundos do movimento negro”. Também qualificou o movimento negro de “escória maldita”. Na gravação, os ativistas do movimento são xingados com palavras de baixo calão. Disse que estabeleceria metas para os diretores, que estariam obrigados, cada um, a “entregar um esquerdista”, além de atacar as religiões de matriz africana, ao dizer que “macumbeiro não vai ter um centavo” da Fundação Palmares.


As declarações são gravíssimas e demonstram o espírito autoritário do atual governo federal, além de representarem uma visão preconceituosa e racista do senhor Sérgio Camargo, ele próprio afrodescendente. Em determinado trecho ele ataca o líder negro Zumbi dos Palmares, que é a referência para o nome da própria fundação que preside. Disse ainda que pretende acabar com a comemoração do Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro.


No momento em que a luta antirracismo ganha as ruas e as consciências nos Estados Unidos, no Brasil em diversos países do mundo, em reação ao assassinato de George Floyd e ao genocídio do povo negro, tais declarações são ainda mais intoleráveis, sobretudo se considerarmos que cabe à Fundação Palmares certificar quilombos, licenciar obras de construção de bibliotecas de autores negros, cuidar de acervos e zelar pela história da escravidão, e da memória de Zumbi dos Palmares, entre outras atribuições.


Assim, venho me somar às vozes que protestam contra essas declarações e exigir providências por parte do governo federal, pois essa pessoa não possui as condições necessárias para continuar presidindo a Fundação Cultural Palmares.


Vidas negras importam!

 

Professora Bebel é deputada estadual, presidenta da Comissão de Educação e Cultura da ALESP, líder da minoria na ALESP e presidenta da APEOESP