Estrada iluminada: Grande hospital

Por Nilton Moreira 15/01/2022 - 16:41 hs
Estrada iluminada: Grande hospital
Nilton Moreira é inspetor de polícia e escreve semanalmente para o Região Hoje

Estrada Iluminada

Grande hospital.

                

Como seria o mundo se não ficássemos doentes? Para nós habitantes do Planeta é impossível pensar desta maneira, Já que a Terra é um local onde reúnem-se espíritos para vivenciarem provas e expiações, fazendo parte situações de dificuldades que enfrentamos, e por consequência adoecemos. Aqui é um grande hospital, estando uns em melhores condições do que outros.


Temos gravado em nossa consciência a Lei de Deus, e portanto sabemos como podemos evitar de desenvolvermos doenças, mas nos falta equilíbrio de pensamentos e atos para que sejamos felizes.


Possuímos é verdade um corpo muito frágil, pois basta uma pequena febre para nos derrubar, febre esta que é um reflexo de como andamos nos conduzindo perante o mundo. É com nossa invigilância que fazemos nossa mente diminuir as defesas do organismo e daí eclodir os sintomas patológicos.


Realmente alguns de nós vem predestinado a passar provação de algum tipo de moléstia, que pode ser até grave e ser motivo de desencarne, mas se a doença for bem atacada e reforçarmos o tratamento com ações procurando ter uma mente limpa e sintonizada com os preceitos do bem, poderá ser suavizada.


É recomendável que além de mantermos o pensamento elevado e comprometido com coisas boas, possamos também realizar atividade que fortifique a mente, como meditações, melodias harmonizantes, prática religiosa com finalidade de amor e equilíbrio.


Algumas práticas não podem de maneira nenhuma fazer parte do contexto de quem quer evitar adoecer. Orgulho, egoísmo, vingança e mágoas contém energias pesadas e que ao serem mentalizadas são absorvidas pelo corpo astral que imediatamente contamina o corpo material.


Na Terra a pessoa perfeita não existe, pois todos estamos aqui para nas lutas evoluir e sair do hospital, mas devemos aproveitar ao máximo o período que estamos vivenciando, para que ao sairmos estejamos com o sentimento de dever cumprido, mesmo que não seja na plenitude, mas da maneira mais evoluída possível, já que dispomos dos meios para o êxito de nossas melhores atitudes. Temos o Evangelho que nos trouxe os parâmetros necessários do Plano Cristo, o que é significativo.


Não percamos tempo de sermos melhores a cada dia, pois a vida aqui é muito rápida e cobra atitudes todo momento.


Nilton Moreira é inspetor de polícia e escreve semanalmente para o portal Região Hoje