Motorista de caminhão que provocou acidente com carro funerário na Bandeirantes morre em Limeira

17/05/2019 - 21:00 hs

Motorista de caminhão que provocou acidente com carro funerário na Bandeirantes morre em Limeira
Carro funerário ficou destruído com o impacto (Imagens PMR)

Morreu na última quarta-feira, em Limeira, Márcio Vicente de Paula, de 52 anos, que morava em Suzano. Ele dirigia um caminhão que bateu na traseira de um carro funerário estacionado no acostamento na Rodovia dos Bandeirantes na noite do último dia 4, que resultou em três feridos graves, os dois motoristas e um acompanhante. Márcio foi sepultado ontem no Cemitério Colinas dos Ipês, em Suzano. Segundo a polícia, ele estava dirigindo sob efeito de álcool.

HISTÓRICO

Dois motoristas e um passageiro de caminhão e de carro funerário - ficaram feridos em um acidente ocorrido ontem à noite (4) na Rodovia dos Bandeirantes, no km 128 mais 200 metros, em Santa Bárbara d'Oeste, sentido interior. Devido ao impacto, eles ficaram presos às ferragens dos veículos e foram socorridos. Dois outros passageiros não sofreram ferimentos graves e recusaram atendimento médico. Ficou constatado que o motorista do caminhão dirigia o veículo embriagado.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar Rodoviária, por volta de 23h30, o motorista do carro funerário Ford Royale CEG 2002, placas de Jandira, Arleir da Conceição Santana, de 32 anos, solteiro, residente em Jandira, que transportava um cadáver para a cidade de Novo Horizonte (SP), parou no acostamento para atender o celular, momento em que o caminhão Mercedes-Benz,carregado de produtos químicos não perigosos, placas HBG 6258, de Mogi das Cruzes, dirigido por Márcio Vicente de Paula, colidiu contra a traseira do carro fúnebre, jogando-o para uma área lindeira da rodovia. O caminhão subiu na mureta de concreto, caindo em seguida na área lindeira.

Devido ao impacto, o condutor do carro funerário ficou preso às ferragens do veículo, sendo retirado e socorrido ao Hospital Municipal de Americana e sua passageira Maria Cassilene Lopes de Oliveira, lavradora, de 32 anos, moradora em Jandira, não apresentou ferimentos graves e recusou atendimento médico. O motorista do caminhão também  ficou preso nas ferragens e foi levado para a Santa Casa de Limeira. Já o passageiro do caminhão Ricardo Massayuri Nomura, de 30 anos, analistas de sistemas, solteiro, morador em Suzano, também ficou preso nas ferragens e foi socorrido até o Pronto-Socorro Dr. Edison Mano, em Santa Bárbara d'Oeste. Outro passageiro do caminhão, Adriano Jesus Claro, de 36 anos, auxiliar de serviços gerais, residente em Suzano, não apresentou ferimentos graves e não aceitou atendimento médico. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, os feridos não correm risco de morte.

O caminhão e o carro funerário foram liberados pelo local e não foram apresentados no plantão policial de Santa Bárbara d'Oeste. A Funerária Araújo, de Santa Bárbara, ficou responsável pela remoção e transporte do cadáver até a cidade de Novo Horizonte. 

O motorista do caminhão se submeteu ao teste de etilômetro e resultou em 0,43 mm de álcool por litro de ar alveolar expirado, o que comprova que ele dirigia embriagado. Foi feito um adendo ao boletim de ocorrência original de embriaguez ao volante.