Como emagrecer fazendo jejum intermitente? Descubra o que é e como perder peso a partir deste método

Por Roberto 12/06/2019 - 21:23 hs

Como emagrecer fazendo jejum intermitente? Descubra o que é e como perder peso a partir deste método
Perca seus quilinhos sem se preocupar com dietas miraculosas (Imagem Reprodução)


Saiba como utilizar o jejum intermitente para reduzir medidas e tire suas principais dúvidas sobre o método.

 

Já pensou em se livrar daqueles quilinhos extras sem se preocupar com dietas miraculosas ou em ficar contando as calorias de cada refeição?

Esse cenário já é possível! Com o uso do método de jejum intermitente, muitas pessoas têm reduzido suas medidas e alcançado bons resultados de maneira saudável e sem maiores preocupações.

Geralmente as pessoas acabam buscando este tipo de jejum para se livrar das gordurinhas, mas acabam descobrindo que ele pode ser muito mais que isso! Além de facilitar muito mais o dia-a-dia e deixa-lo mais prático, sem a preocupação com contagem de calorias, podemos aproveitá-lo também para melhorar a nossa saúde.

Pronta para saber mais sobre o assunto? Continue sua leitura até o final!

Entendendo o que é o jejum intermitente

Jejum intermitente é o estilo de alimentação que alterna entre períodos de jejum e períodos de alimentação.

A grande diferença entre o jejum e as dietas convencionais é que não precisamos regular quais alimentos devemos comer, mas sim em que momento (quando) devemos comer. Por este motivo, o jejum é conhecido como um “estilo de alimentação”, e não como uma dieta em si.

Por que o jejum intermitente emagrece?

Quando jejuamos, naturalmente acabamos tendo um menor número de refeições, levando automaticamente à diminuição no consumo de calorias.

Mas além de toda a diminuição calórica provocada naturalmente, o corpo altera os níveis hormonais de insulina, hormônio do crescimento e noradrenalina, fatores que acabam auxiliando na queima de gordura e facilitam a perda de peso.

 

Alguns protocolos de jejum intermitente

Os protocolos mais comuns são compostos por jejuns diários de 12 horas,16 horas ou de 24 horas diárias.

•      No jejum de 12 horas, você passa metade do dia sem se alimentar, podendo ter 12 horas para comer.

 

•      No protocolo de jejum de 16 horas, você poderá fazer entre duas a três refeições nas oito horas restantes.

Se você estiver praticando jejuns mais leves como os de 12 ou 16 horas e estiver bem adaptado ao processo, o jejum pode ser feito todos os dias, sem prejuízos à saúde.

Porém, se você estiver realizando o jejum de 24 horas sem comer, deve escolher apenas um ou dois dias por semana para fazê-lo sem gerar preocupações para sua saúde.

Qual é o cardápio adequado para o jejum e o pós-jejum?

Não existe um cardápio ideal para esse método, você pode, inclusive, manter o que come normalmente, pois seus períodos de alimentação serão restritos e você terá seus resultados. Mas é indicado que você consuma alimentos que aumentem a saciedade e reponha seus nutrientes.

Porém, se você desejar resultados mais rápidos e efetivos, pode conciliar com alguma dieta específica, como low-carb.

O que acontece com o corpo quando jejuamos?

O principal objetivo do jejum intermitente para emagrecimento é fazer com que o corpo utilize os estoques de gordura já existentes no corpo.

Ao fazer isso, o corpo altera os níveis hormonais para tornar a gordura armazenada disponível para as células.

Essas alterações hormonais são benéficas em vários processos, alterando a expressão de inúmeros genes e iniciando mecanismos de reparo e recuperação celular que são benéficos para todo o corpo, como você poderá conferir até o fim deste artigo.

Este método oferece riscos?

Nossos corpos evoluíram para serem capazes de funcionar sem alimentos por longos períodos de tempo. Afinal, na época primitiva, nossos ancestrais não tinham a mesma disponibilidade de alimentos que temos hoje em dia, com a garantia de pelo menos três refeições diárias. Por isso, jejuar, apesar de não ser comum em nossa rotina diária, é algo comum na história dos seres humanos e não oferece riscos à saúde, desde que realizados por curtos períodos de tempo (até 36 horas).

Mas atenção! Se a pessoa estiver abaixo do peso ideal, possuir histórico de anorexia ou bulimia, estiver grávida ou amamentando, ou possua alguma condição médica contra o jejum, ele não é um método indicado e pode trazer sérios riscos. Em caso de dúvidas, consulte sempre o seu médico!

Quais são os principais benefícios do jejum intermitente?

O emagrecimento é tido como o benefício mais conhecido do jejum intermitente, pois permite a perda de gordura. Porém, o jejum intermitente pode ser mais benéfico do que se imagina!

Estudos mostram que o jgorduraejum pode diminuir as moléculas de inflamação, evitando a ocorrência de várias doenças crônicas que podem ser geradas por processos inflamatórios, além de prevenir doenças cardíacas (reduzindo o colesterol ruim) e até mesmo alguns tipos de câncer.

Além de prevenir doenças, pesquisas indicam que o processo de jejum atua no antienvelhecimento, sendo também capaz de auxiliar na produção de células nervosas.

Quais podem ser os efeitos colaterais?

O principal efeito colateral do jejum intermitente é a própria fome. A fome pode estar associada também à fraqueza, que costuma ser passageira e faz parte do processo de adaptação do corpo à nova rotina de alimentação.

Outros aspectos importantes

É legal saber que, apesar de estar em jejum por um período de tempo, isso não quer dizer que você não possa ingerir bebidas. Muito pelo contrário, é importante que você esteja com o corpo bem hidratado e saudável.

Não se recomenda adição de açúcar nem de bebidas alcóolicas, mas é permitido ingerir chás, água e café.

É indicado que as mulheres comecem a fazer o jejum com calma, pois elas acabam tendo níveis hormonais diferentes dos homens. Inicie devagar, com pequenos testes, assim você poderá conhecer seu corpo e ver como irá se adaptar ao novo hábito, executando-o de maneira saudável, sem agredir sua saúde.

Seguindo suas limitações naturais e respeitando seu próprio corpo, será fácil seguir um jejum intermitente que proporcione sua perda de peso de maneira saudável e sem complicações. E lembre-se, em caso de maiores dúvidas, consulte sempre um profissional habilitado.

Gostou do conteúdo de hoje sobre o jejum intermitente? Comente logo abaixo suas dúvidas – estamos prontos para atendê-la!