DAE não autoriza e desaconselha instalação de eliminar de ar no relógio

Por Roberto 23/07/2019 - 12:31 hs

DAE não autoriza e desaconselha instalação de eliminar de ar no relógio
Equipamento é instalado no hidrômetro para controlar o ar da rede

A instalação dos chamados "eliminadores de ar" nos hidrômetros por parte dos moradores constitui ato irregular e oferece risco à saúde pública e ao abastecimento. O alerta é do DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d'Oeste, em resposta ao requerimento do vereador José Luis Fornasari (SD), no qual pedia informações a respeito da possível entrada de ar nos hidrômetros dos consumidores, o que impactaria na conta de água.

De acordo com o parlamentar, ele recebeu muitas reclamações de moradores informando que o ar na rede gira os relógios mesmo com as torneiras fechadas e, consequentemente, isso reflete no valor da tarifa cobrada pela autarquia. "Geralmente, quando falta água, aí a pressão vem forte e o relógio dispara", explicou Joi, afirmando que o DAE respondeu que não instala esses equipamentos nem aconselha sua instalação.

O secretário municipal de Governo, Rodrigo Maiello, informou que, em testes laboratoriais e em condições reais, o volume de ar é muito pequeno e não afeta o consumo medido no hidrômetro. Ele também explicou que o DAE possui diversos dispositivos instalados nas redes de distribuição, também conhecidos como ventosas, com o intuito de reter o ar que passa pelos hidrômetros.

Maiello relata que os “eliminadores de ar” instalados clandestinamente são considerados possíveis focos de contaminação, colocando em risco a saúde das pessoas. Além disso, os equipamentos podem afetar a qualidade da água que os clientes estão recebendo, impactando, desta forma, em toda coletividade.

SEM EFICÁCIA E CERTIFICAÇÃO

O DAE informou por meio de sua assessoria, que esses dispositivos não possuem certificação do Inmetro e nem normatização pela ABNT(Associação Brasileira de Normas Técnicas), portanto, não têm eficácia comprovada e podem trazer riscos à saúde pública e ao abastecimento, bem como alterações no fluxo de entrada da água no imóvel. "A instalação do aparelho pelo usuário é um ato irregular, segundo a Resolução 50 da ARES PCJ. Qualquer problema no hidrômetro ou na ligação deve ser comunicado ao DAE pelos telefones 0800-770-3459 ou 3459-5910", ressalta a autarquia.

No momento, Santa Bárbara d’Oeste conta com 67 mil ligações de água (quantidade de hidrômetros).