Hortolândia publica neste sábado novo edital para reforma e ampliação do hospital Mário Covas

Por Roberto 10/09/2019 - 18:24 hs

Hortolândia publica neste sábado novo edital para reforma e ampliação do hospital Mário Covas
Hospital Municipal Mário Covas


 
Suspensão do primeiro edital se deu em razão de mudanças de regras e procedimentos feitas pelo Governo Federal na Caixa Econômica Federal
 
A Prefeitura de Hortolândia publicará, neste sábado (14/09), o novo edital para as obras de reforma e ampliação do Hospital Municipal Governador Mário Covas. A suspensão do processo licitatório, que ocorreu na sexta-feira passada (06/09), se deu em razão de mudanças de regras e procedimentos feitas pelo Governo Federal.
 
Com as novas exigências da Caixa Econômica Federal, o município suspendeu a escolha da nova empresa com objetivo de concluir as exigências do Banco, que é o agente financiador da obra.
 
Ao publicar o edital readequado, neste final de semana, a Prefeitura dá continuidade à contratação da empresa que será responsável pelo serviço que vai transformar o Hospital e a saúde do município.
 
De acordo com a secretária de Saúde, Odete Carmem Gialdi, a suspensão foi uma decisão administrativa. “Para estarmos de acordo com as normativas do agente financiador, que é a Caixa, a Prefeitura optou por suspender e publicar novamente o edital. Importante salientar que a suspensão do Edital neste momento não altera o projeto ou os valores a serem investidos, sendo apenas para ajustes de prazos administrativos”, destacou Odete.
 
Como será a reforma
 
A obra de reforma e ampliação do Hospital Municipal contempla intervenções desde a fachada até as instalações internas, ação que garantirá a ampliação de 62 para 100 leitos, incluindo 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) adultos e serviço de tomografia. Também haverá a ampliação de quatro para cinco salas cirúrgicas, o que vai melhorar a capacidade para a realização de cirurgias.
 
História
 
Esta será a primeira grande reforma no Hospital Municipal. Iniciado há 20 anos, pelo então secretário de Saúde, Angelo Perugini, hoje, prefeito de Hortolândia, a unidade foi pensada para atender uma população estimada em 160 mil habitantes, na época. Atualmente, a estimativa do IBGE é de que a população esteja em 230 mil pessoas.
 
Com as melhorias previstas, o hospital terá uma mudança de perfil e passa a ser considerado de média complexidade, com aumento da resolutividade assistencial. Isso garantirá atendimento de mais qualidade, em menor tempo e reduz a necessidade de transferência dos pacientes para outros hospitais da região.