Identificado, polícia agora busca homem que deixou menina em cárcere privado

Por Roberto 10/07/2020 - 21:59 hs

Identificado, polícia agora busca homem que deixou menina em cárcere privado
Homem suspeito de ter deixado a menina em cárcere privado (imagem reprodução)

Policiais da DIG – Delegacia de Investigações Gerais, de Americana, identificaram nesta sexta-feira (10), o suposto homem que teria desaparecido com a menina Emilly Bello, de 11 anos, de Santa Bárbara d’Oeste, no início da madrugada de domingo, no Jardim Europa, zona leste do município.


De acordo com a polícia, o suspeito é Paulo César da Silva Santos, de 28 anos, morador no Condomínio Praças de Sumaré, no Jardim Santa Maria, em Sumaré.

Ele é proprietário do apartamento onde Emilly teria ficado esses quatro dias. O imóvel foi reconhecido pela menina, inclusive roupas e fotos da irmã de Paulo César, que morava no local até três meses antes. Fotos do rapaz também foram encontrados no apartamento e a vítima também o teria reconhecido pelas imagens.


Após a identificação, a polícia realiza buscas para prender o acusado denunciado por cárcere privado.

LOCALIZAÇÃO

Emilly Bello foi localizada na manhã de ontem em um posto de combustível na entrada da Praia Azul, em Americana.

Segundo seus avós, com os quais ela morava, Emilly ainda está abalada e lembra de poucas coisas. Nos quatro dias em que ficou no cativeiro, que seria uma casa grande e bonita em um condomínio cuja localização não se lembra, ela ficou sozinha por duas noites e teria passado fome. Na casa tinha fotos de uma mulher e roupas de crianças, mas ela diz que não viu ninguém.

A garota saiu de madrugada caminhando até a rodovia, seguiu a placa de indicação de Santa Bárbara e parou no posto onde disse ao frentista que era a menina que estava perdida. A Polícia foi comunicada, informou a família e foi até o local.