Sumaré: Acias comemora ida para a Fase Amarela

Por Roberto 08/08/2020 - 14:32 hs

Sumaré: Acias comemora ida para a Fase Amarela
Comércio na Avenida 7 de Setembro

A Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré) comemorou o avanço do município para a fase amarela no Plano São Paulo, anunciado nesta sexta-feira, pelo governo estadual. A nova classificação amplia o horário de funcionamento do comércio de rua para seis horas por dia e libera, com restrições, o funcionamento de novas atividades não essenciais, como restaurantes, salões de beleza e academias.


Diferentemente do que ocorreu nas atualizações anteriores do Plano São Paulo, quando as regras anunciadas na sexta-feira entravam em vigor a partir da segunda-feira seguinte, desta vez a reclassificação passa a valer a partir deste sábado (8). Na avaliação do presidente da Acias, Juarez Pereira da Silva, a antecipação vai beneficiar as vendas para o Dia dos Pais. “Quem deixou para comprar o presente na véspera, agora terá duas horas para aproveitar as lojas abertas”, comentou.


Para Silva, a reclassificação é resultado, também, do empenho e conscientização dos comerciantes que estão retomando as atividades de forma gradual e respeitando todas as medidas sanitárias impostas para a flexibilização. “O avanço para a fase amarela é uma ótima notícia para todo o setor comercial. Nesta nova etapa, novas atividades poderão voltar a funcionar e o comércio de rua poderá ficar aberto por mais tempo. É uma grande conquista, mas não podemos relaxar com as normas sanitárias e de distanciamento social para evitar um novo recuo para as fases mais restritivas”, comentou.


Silva afirmou ainda que a Acias aguarda o posicionamento da prefeitura para informar os associados sobre as novas regras que precisam ser cumpridas nesta nova fase, já que o Plano São Paulo dá autonomia para que prefeitos diminuam ou aumentem as restrições de acordo com os limites estabelecidos pelo Estado. Com relação ao período de funcionamento do comércio, a Acias solicitou que a prefeitura autorize o horário flexível. Dessa forma, cada empresa estabeleceria o seu horário de funcionamento, respeitando o limite de 6 horas/dia.


Flexibilização

A quarentena no estado de São Paulo começou no dia 24 de março. Em Sumaré, a prefeitura publicou decreto municipal no dia 20 de março, determinado o fechamento das atividades. Apenas os serviços considerados essenciais puderam funcionar.


As atividades não essenciais voltaram a funcionar no dia 1º de junho, após a cidade ser classificada na fase laranja do Plano São Paulo. No dia 6 de julho, porém, a cidade voltou a fechar as atividades não essenciais depois do recuo da região de Campinas para a fase vermelha do Plano São Paulo. Foram 21 dias na fase mais restritiva do Plano SP antes de voltar para a fase laranja, no dia 27 de julho.