Vereador protocola pedido de CPI do Suborno na Câmara de Limeira

Por Roberto 21/11/2020 - 12:02 hs

Vereador protocola pedido de CPI do Suborno na Câmara de Limeira
Se conseguir as assinaturas, Câmara vai abrir investigação


Reportagem da CNN revela investigação da Polícia Federal envolvendo o prefeito Mario Botion, que é acusado de suborno

 

A denúncia de cobrança de suborno para a autorização de obras na Prefeitura de Limeira, noticiada ontem pela TV CNN, mobilizou a Câmara Municipal. De autoria do vereador Paulo Barbosa (Cidadania), foi protocolado o pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).


A reportagem mostrou documentos produzidos durante uma investigação realizada pela Polícia Federal que obteve, através de interceptações telefônicas, acesso a áudios que revelam a existência de um pedido de suborno ao empresário Edison Guilhermon Cortes Filho, por parte do prefeito Mario Botion (PSD).


A CNN exibiu o trecho do depoimento de um dos investigados na operação que fala claramente sobre o pedido de suborno. O áudio referente a Limeira foi uma tentativa de pedido de ajuda por parte do empresário. A solitação, encaminhada por Luis Felipe, a quem conhecia, foi feita ao senador Sérgio Petecão (PSD), para que ligasse o prefeito Mário Botion, do mesmo partido, para evitar que tivesse que pagar uma vantagem indevida para liberação de obra. No depoimento reproduzido pela emissora, o empresário confirmou a informação "porque não queria cometer a ilicitude de pagar suborno".


Além da reprodução do trecho, o autor do pedido da CPI, vereador Paulo Barbosa, menciona que o teor da referida declaração possui total veracidade, pois se trata de depoimento colhido pela Polícia Federal, além de ter sido divulgada em uma das mais respeitadas emissoras de TV do Mundo.


Com base em inquérito da Polícia Federal, a CPI deverá, para elucidação do caso, produzir todos os tipos de provas admitidas em direito, em especial por oitiva de testemunhas, a frisar desde já a oitiva com Edison Guilhermon Cortes Filho, empresário que revelou ser extorquido, dentre outras a serem aprovadas pela Comissão, além de provas documentais, como cópia integral da investigação.

 

EMPREENDIMENTO HABITACIONAL

 

O empresário é proprietário do imóvel que sediava o Parque da Criança, desativado há oito anos, na mesma área que compreende o espaço da antiga Lival.

Antes do anúncio da construção de um supermercado no local, feito juntamente com o próprio prefeito Mario Botion, havia tratativas para a implantação de empreendimento habitacional.


CPI tinha até esta sexta-feira (200) 04 assinaturas, aguardando mais 03 assinaturas, pois é necessário 7 assinaturas.

Paulo Barbosa

Marco Xavier

Marcelo Rossi

Constancia