Câmara busca parceria com Alesp para TV Legislativa

Por Roberto 18/02/2021 - 20:07 hs

Câmara busca parceria com Alesp para TV Legislativa
Câmara de Hortolândia quer montar TV Legislativa


Presidente Paulão pediu ajuda técnica para implantação de Canal para Hortolândia

Melhorar a transparência dos atos do Poder Legislativo sempre foi um dos tópicos mais importantes para o presidente Paulo Pereira Filho, o Paulão (PL). Por isso ele esteve em São Paulo na quarta-feira (17 de fevereiro) em busca de parceria com a Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) para implantação de uma TV Legislativa na Câmara de Hortolândia.



Atualmente a Câmara conta com a transmissão ao vivo de todas as sessões ordinárias, extraordinárias e audiências públicas em seu canal do Youtube (Clique aqui e conheça nosso canal), mas o objetivo é criar um canal com mais informações sobre o trabalho do Poder Legislativo. Para isso é preciso conhecer o processo e foi por isso que o presidente esteve em São Paulo.



A Alesp possui uma TV Legislativa muito bem estruturada, e pode ajudar trazer essa excelência para que os hortolandenses tenham acesso a informações importantes que acontecem dentro da Câmara. “Fomos à Alesp em busca de uma cooperação técnica para que possamos implantar a TV, primeiramente via Net, e depois TV Legislativa Digital, com sinal aberto”, comentou o presidente.



Ele se encontrou com o Diretor de Comunicação da TV, Gilberto Antonio Caracanha, e com o vice-presidente da Alesp, o deputado estadual Cauê Macris (PSDB), que colocara um técnico a disposição da Câmara para fazer uma visita, que aconteceu nesta quinta-feira (18 de fevereiro), para conhecer as instalações de Hortolândia e elaborar um projeto para desenvolver essa ação. “A parceria com a Alesp é essencial, pois é ela quem libera a autorização para que possamos desenvolver a TV Legislativa”, explicou Paulão.
Com essa implantação será possível dar condições para a população acompanhar os trabalhos da Câmara e também dar espaço para que possam expressar suas reivindicações.


“A população hortolandense terá como falar sobre seus clamores sobre a cidade que eles querem viver e como quer que ela se desenvolva. Será muito interessante a construção da TV para colocar o Poder Legislativo em processo de transparência e proximidade total com a comunidade de Hortolândia”, finalizou o presidente.