Hortolândia adota medidas mais rígidas para combater o Coronavírus e volta à Fase Vermelha

Por Roberto 04/03/2021 - 10:25 hs

Hortolândia adota medidas mais rígidas para combater o Coronavírus e volta à Fase Vermelha
Hortolândia está na Fase Vermelha do Plano SP

 
A partir de hoje (04/03), Hortolândia volta à Fase Vermelha do Plano São Paulo, em razão do agravamento da situação sanitária gerada pela pandemia do Coronavírus na região, com grande aumento do número de doentes e escassez de leitos em UTI (Unidade de Terapia Intensiva), para atender casos mais graves de COVID-19. A decisão do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus segue a decisão de Campinas, que adotou a etapa mais restritiva desde esta quarta-feira (03/03). As novas medidas vigoram até o dia 16 deste mês. O decreto 4.739/2021 com a decisão foi publicado na edição do Diário Oficial Eletrônico do Município, nesta quarta-feira (03/03), e pode ser consultado neste link: https://publicacoesmunicipais.com.br:8443/api/acts/hortolandia/1142.



Durante a Fase Vermelha, somente os serviços essenciais podem funcionar. Entre eles estão farmácias, padarias, açougues, supermercados e mercados, postos de combustíveis, lavanderias, transporte coletivo, hotéis, pousadas, serviços de hotelaria e pet shops, transportadoras e oficinas de veículos, além de assistência técnica para manutenção de computadores e itens de informática. O horário de funcionamento destes estabelecimentos é permitido entre às 5h e às 20h, com exceção de hospitais, clínicas, laboratórios, e farmácias, que podem funcionar por 24h. Para o funcionamento dos estabelecimentos, deve ser respeitada a capacidade de 30% do público e mantida distância mínima de 2 metros entre as pessoas. A proibição de circulação à noite (lockdown noturno) está mantida, das 21h às 5h.



Nesta Fase Vermelha, ficam proibidos de abrir estabelecimentos que prestam serviços não essenciais, tais como: shopping centers, comércios em geral, academias, barbearias e salões de beleza. Embora não possam oferecer atendimento presencial, bares e restaurantes estão autorizados a atender via serviço de entrega (“delivery”) e por meios similares, como “drive thru”, desde que a entrega de mercadorias seja feita sem que o consumidor saia do veículo. No entanto, é vedada a comercialização de bebidas alcoólicas nestes estabelecimentos, após as 20h.
 
Escolas públicas (municipais e estaduais) e particulares, de todas as modalidades (da Educação Infantil ao Ensino Superior) também estão proibidas de realizar atividades presenciais.
 
Atividades religiosas, classificadas como essenciais, serão mantidas. Porém, precisam respeitar a limitação de horário e de público (30% da capacidade), a distância mínima de 2 metros entre as pessoas, além de adotar intervalo mínimo de 1h30 entre duas programações. Templos e igrejas devem encerrar as atividades às 20h.

Parques públicos e praças de esportes também permanecem fechados, durante a Fase Vermelha. Além disso, estão proibidas todas as atividades que gerem aglomeração, a qualquer hora do dia. Áreas de convívio de condomínios, como quiosques, quadras e salões de festas, também deverão ficar fechadas durante a Fase Vermelha.



Serviços municipais

Haverá mudança também nos serviços municipais. No Paço Municipal “Palácio das Águas”, no Remanso Campineiro, e demais órgãos públicos, como HORTOFÁCIL e Poupatempo, haverá restrição de circulação de pessoas, devendo ser respeitada a capacidade limite de 30% da capacidade máxima. Servidores voltam a realizar teletrabalho (“home office”) e, nos prédios públicos, deverá ter apenas 30% dos funcionários por setor. O horário de funcionamento permanece o mesmo da fase anterior (Laranja): das 9h às 15h.