Seminarista Henrique Assi completa 30 anos e é ordenado diácono

Por Roberto 02/05/2021 - 13:46 hs

Seminarista Henrique Assi completa 30 anos e é ordenado diácono
Ordenação do seminarista Henrique Assi acontece neste domingo na Paróquia S. João Batista

No dia em que completa 30 anos, neste domingo (2), o seminarista Henrique Dionisio Assi, será ordenado diácono pela imposição das mãos e prece de ordenação do bispo diocesano Dom Devair Araújo da Fonseca. A ordenação ocorre às 15h, durante missa solene na Igreja Matriz da Paróquia São João Batista, bairro Mollon, em Santa Bárbara d’Oeste.


Devido à pandemia da Covid-19, a celebração terá um número restrito de pessoas. Os fiéis podem acompanhar a transmissão ao vivo através do YouTube no canal da TV ORAÇÃO e pelas redes sociais da Diocese de Piracicaba.

Inspirado no Evangelho de Marcos, o seminarista Henrique escolheu como lema “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mc 6,37). Ele explica que o trecho faz parte da narrativa da multiplicação dos pães e contém o pedido que Jesus faz aos discípulos de oferecer o alimento à multidão faminta e também o pedido de oferecerem eles mesmos àqueles que precisam. “Tomo este duplo mandato de Jesus, de servir o alimento espiritual e material aos irmãos e de oferecer a própria vida em serviço ao próximo, sob a forma de amor/doação aos irmãos, como inspiração para minha caminhada vocacional e para o meu futuro ministério diaconal”, declara Henrique.



Após a ordenação diaconal, Henrique será diácono na Paróquia São José, em Piracicaba.

VOCAÇÃO - Nascido em Santa Bárbara d’Oeste, no dia 2 de maio de 1991, Henrique Dionisio Assi é o primeiro dos três filhos de José Carlos Assi e Rosana Dionisio Assi (já falecida). São seus irmãos: Caroline Dionisio Assi (24 anos) e Vinícius Dionisio Assi (22 anos). Iniciou sua caminhada vocacional na adolescência, após receber o sacramento da Crisma na Paróquia São João Batista, quando começou o engajamento nos trabalhos pastorais da comunidade. Embora não pensasse em ser padre - na época, inclusive, cursava faculdade de Análise de Sistemas na Fatec de Americana - o padre Luís Carlos de Siqueira Martins que, na ocasião, era seminarista e fazia estágio pastoral na paróquia, percebeu sinais de vocação em Henrique e o convidou para fazer os encontros vocacionais. Foi no mês de setembro de 2011 que Henrique começou a participar das reuniões. No ano seguinte fez todo o ciclo dos encontros vocacionais e concluiu a faculdade. À medida que participava, passou a não se identificar mais com a profissão que havia escolhido e sim com a proposta do seguimento a Cristo Bom Pastor, por meio do ministério ordenado. Henrique lembra que durante o período de discernimento, antes do ingresso no seminário, pôde contar com o pároco da época, padre Paulo Haenraets, OPraem., que o auxiliou na tomada de decisão. “Na minha caminhada ele se tornou um grande testemunho de presbítero que se coloca a serviço de Deus, por meio do serviço ao outro”, enfatiza Henrique. Também faz questão de agradecer pelo testemunho do próprio padre Luís Carlos, que observou os sinais de vocação e pela oportunidade de fazer estágio pastoral com ele, bem como os formadores e demais padres das paróquias em que fez pastoral.


Para Henrique, a espera pela ordenação é motivo de grande alegria e graça, porque o importante momento da caminhada se aproxima. “Também é possível colher os frutos de minha trajetória formativa e perceber o carinho dos amigos e conhecidos, com que pude conviver nas paróquias em que fiz pastoral”, finaliza o seminarista.