MPT e UNICAMP lançam app de acompanhamento e prevenção de Covid-19 em instituições educacionais

Por Roberto 08/06/2021 - 12:09 hs

MPT e UNICAMP lançam app de acompanhamento e prevenção de Covid-19 em instituições educacionais
MPT e Unicamp lançam APP para acompanhamento e prevenção do coronavirus

 

Projeto-piloto será implementado no campus de Barão Geraldo da UNICAMP a partir de julho; objetivo da ferramenta, idealizada e desenvolvida pelo MPT e pela UNICAMP, é prevenir e monitorar casos de Covid em comunidades escolares. Tecnologia pode ser cedida gratuitamente a estados e municípios para uso na rede de ensino

 

Campinas – O aplicativo EducaSaúde, uma plataforma de software destinada ao acompanhamento e prevenção, em tempo real, da pandemia de Covid-19 em comunidades escolares, será implantado na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) a partir do mês de julho, na forma de um projeto-piloto, voltado para funcionários, alunos e docentes que realizam atividades presenciais no campus Barão Geraldo. Após os testes iniciais, a previsão para implementação do aplicativo no restante da comunidade acadêmica é para meados do mês de agosto. A ferramenta foi idealizada e desenvolvida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e pela UNICAMP, com a colaboração do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas (DEVISA), no âmbito de um inquérito civil que tem por objeto o retorno das atividades escolares presenciais em Campinas, contando também com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Campinas (STMC) e da ETEC Euro Albino de Souza, de Mogi Guaçu.


Concluída a fase de testes no mês de julho, no campus da UNICAMP, o app será fornecido gratuitamente para estados e municípios interessados na tecnologia, com a possibilidade de customização.



 

O EducaSaúde possibilitará ações de vigilância participativa em unidades públicas de ensino, através do monitoramento de informações fornecidas por estudantes, pais, docentes, funcionários e gestores acerca do estado de saúde de todos que trabalham ou estudam nos locais monitorados pelo app, possibilitando a identificação de casos suspeitos ou confirmados de Covid-19. Por sua vez, as Vigilâncias em Saúde das áreas de abrangência de cada local poderão gerar relatórios diários de monitoramento e direcionar as demandas para as unidades de saúde mais próximas.

 

Segundo os seus realizadores, esta é a primeira plataforma que disponibiliza em tempo real, de forma integrada com os órgãos de monitoramento, informações precisas que possibilitam não só o acompanhamento, como também a prevenção da transmissão da doença. O app foi projetado de forma a ser adaptável às condições locais de estados e/ou municípios e expansível para incluir outras epidemias. Segundo a UNICAMP, sendo escrita sob licença de software livre, a plataforma ficará disponível para customizações sem ônus.



 

“A tecnologia do aplicativo será cedida gratuitamente aos interessados. A licença aberta poderá ser empregada por estados e municípios nos estabelecimentos de ensino, de forma complementar aos mecanismos de vigilância já existentes. Além disso, a ideia é que o app se torne um legado da pandemia, tendo por objetivo proteger a vida e a saúde dos trabalhadores da educação e dos estudantes, também para outras situações de controle de doenças em escolas”, afirma a procuradora que idealizou a ferramenta, Clarissa Ribeiro Schinestsck. 

 

Vários municípios já manifestaram seu interesse em usar o EducaSaúde. A Prefeitura Municipal de Campinas está negociando um acordo com o MPT para implementar a plataforma.