FITec integrará novo Centro de Inteligência Artificial Aplicada sediado na Unicamp

Por Roberto 30/06/2021 - 09:16 hs

FITec integrará novo Centro de Inteligência Artificial Aplicada sediado na Unicamp
FITec integra Centro de Inteligência Artificial com sede na Unicamp


O Brazilian Institute of Data Science (BIOS) é um dos seis novos Centros de Inteligência Artificial Aplicada (CPAs) aprovados pela chamada pública da FAPESP, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e pelo CGI.br - Comitê Gestor da Internet no Brasil. A FITec atuará com sua expertise nas áreas de Inteligência Artificial e Transformação Digital para atender diversos setores, entre os quais os de saúde e agro, facilitando o acesso das empresas a tecnologias e soluções.

A FITec - Fundação para Inovações Tecnológicas integrará o Brazilian Institute of Data Science (BIOS), um dos seis novos Centros de Inteligência Artificial Aplicada (CPAs) aprovados pela chamada pública da FAPESP, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e pelo CGI.br – Comitê Gestor da Internet no Brasil.


Esses CPAs se dedicarão ao desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação, aplicadas e orientadas à resolução de problemas que possam ser resolvidos por meio de inteligência artificial. Os seis centros estão sendo instalados nos estados de São Paulo (Campinas, São Carlos e São José dos Campos), Minas Gerais, Bahia e Ceará.

O Brazilian Institute of Data Science (BIOS) terá como sede a Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Universidade Estadual de Campinas (FEEC-Unicamp) e seu foco será nas áreas de diagnósticos médicos voltados à saúde da mulher, agricultura de precisão, otimização do uso de recursos agrícolas, entre outras.

Instalação da FITec em Campinas

Esse CPA contará com mais de 120 pesquisadores da Unicamp e de diversas instituições parceiras. Além da FITec, farão parte do BIOS a Fiocruz-RJ, o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), a UFABC, a UFAM, USP - Ribeirão Preto, e o CPQD. Também contará com a parceria de empresas, como o Hospital Israelita Albert Einstein, a Motorola, a Binder, o Vera Cruz, a IBM e o Polo Digital.


A FAPESP, o MCTI e o CGI.br disponibilizarão R$ 1 milhão por ano para cada um dos novos centros por um período de até 10 anos. Valor idêntico será aportado pelas empresas parceiras, totalizando R$ 20 milhões por centro.

“No Brazilian Institute of Data Science (BIOS), a FITec atuará fortemente nas áreas de Inteligência Artificial e Transformação Digital, atendendo diversos setores, entre os quais os de saúde e agro, facilitando o acesso das empresas a tecnologias e soluções”, explica José Luis Oliveira de Souzapresidente executivo da FITec.

José Luis Oliveira de Souza, presidente executivo da FITec.

Sobre a Fitec

Criada na década de 90 (1997), a FITec é um Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) credenciado pelos diversos órgãos brasileiros, habilitado a celebrar convênios com empresas beneficiárias das Leis de Incentivo à Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológicos.


Seu quadro conta com cerca de 350 colaboradores, sendo composto por doutores, pós-doutores, mestres, pós-graduados, graduados e técnicos, todos com grande qualificação nas áreas de Eletrônica, Ciências da Computação, Telecomunicações, Matemática, Estatística, Metodologias, Design Industrial e Engenharia de Produção, distribuídos entre Campinas (SP), Recife (PE), São José dos Campos (SP) e Belo Horizonte (MG).

Estrutura para pesquisas

Os laboratórios da FITec suportam os projetos desenvolvidos de software, hardware, software embarcado, nas áreas de Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Indústria 4.0, Segurança Cibernética, Softwares e Aplicativos nas mais diferentes linguagens e sistemas operacionais, aplicados no Ambiente do Cliente (On Premises) ou em Nuvem (Cloud Services) dos diferentes provedores.

Sua atuação não se restringe a contratos e acordos de cooperação com empresas e/ou áreas onde existem Incentivos a P&D, mas também com as empresas que demandam conhecimentos específicos existentes nos quadros da FITec, seja no desenvolvimento de projetos completos internamente ou em projetos e atividades de Pesquisa e Desenvolvimento das próprias organizações, como uma extensão de seus quadros de Engenharia.

Por contar com esta estrutura, a FITec - desde sua criação - já desenvolveu mais de 600 projetos de P&D, incluindo a concepção de mais de 200 equipamentos eletrônicos, e suas soluções foram instaladas em mais de 25 países, com casos de sucesso de desenvolvimento de projetos nos setores de Telecomunicações, Energia, Agroindústria, Logística, Mineração, Educação e Saúde.

Em muitos destes projetos, a FITec contou com parcerias de diferentes universidades do País, complementando conhecimentos e, algumas vezes, fazendo uma ponte entre a pesquisa básica, vocação da universidade, e a aplicação na indústria. Neste contexto, a FITec decidiu integrar-se de maneira efetiva na criação do Brazilian Institute of Data Science (BIOS), estabelecido em conjunto com a Unicamp e outras instituições.