Santa Bárbara vacina metade da população com pelos menos uma dose

Por Roberto 21/07/2021 - 19:35 hs

Santa Bárbara vacina metade da população com pelos menos uma dose
Vacinação avança em Santa Bárbara

Santa Bárbara d’Oeste ultrapassou a marca de 50% da população vacinada com a primeira dose da vacina contra Covid-19. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (21) pelo site do Vacinômetro do Governo do Estado de São Paulo, 97.411 pessoas já tomaram a primeira dose, o que representa 50,11% do número de habitantes da cidade.



Ainda de acordo com os dados, 17% da população completou o esquema vacinal, totalizando 33.029 pessoas, sendo 27.637 que receberam a segunda dose, da Coronavac/Butantan, Oxford/AstraZeneca ou Pfizer/Biontech, e 5.392 pessoas com a Janssen, que é dose única. Ao todo já foram aplicadas 130.440 doses na cidade.

Neste momento Santa Bárbara vacina pessoas com 30 anos ou mais sem comorbidades, grávidas e puérperas (mulheres que deram à luz num período de até 45 dias) com e sem comorbidades com 18 anos ou mais; pessoas com comorbidades com 18 anos ou mais; pessoas com deficiência permanente, cadastradas ou não no BPC com 18 anos ou mais; pessoas com Síndrome de Down; idosos com 60 anos ou mais; profissionais da Educação com 18 anos ou mais e profissionais da Saúde.

Sem necessidade de agendamento prévio, a vacinação para primeira e segunda dose ocorre de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, nos ginásios municipais “Djaniro Pedroso” (Rua Prudente de Moraes, 250, Centro), e “Mirzinho Daniel” (Rua Bororós, s/nº, Jardim São Francisco), e na Casa de Maria (Rua Mococa, 510, Jardim das Laranjeiras).



Para receber a primeira dose, é necessário apresentar documento com foto e comprovante de endereço atualizado com data de 2021 e no nome da pessoa a ser imunizada. Caso não possua, é preciso comprovar residência no município por grau de parentesco - de 1º grau (pai, mãe ou filhos) ou do cônjuge (esposa ou marido) via certidão de casamento - contrato de aluguel com firma reconhecida em cartório ou ainda com declaração de próprio punho também reconhecida em cartório, além de outros comprovantes. Para alguns grupos prioritários, além do CPF e comprovante de endereço no nome, também é necessário apresentar outros documentos comprobatórios.

Para receber a 2ª dose o cidadão deve procurar um dos três pontos de imunização a partir da data previamente agendada no cartão de vacina da Covid-19. O prazo para aplicação da segunda dose é de 28 dias para a vacina da Coronavac/Butantan e a partir de 84 dias (12 semanas) para a da Oxford/Astrazeneca e da Pfizer/Biontech.



Pré-cadastro

Para agilizar o processo de identificação e vacinação, é recomendado o pré-cadastro no site Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br), do Governo do Estado de São Paulo, a todos os públicos que vêm sendo inseridos no calendário de imunização. Vale ressaltar que o cadastro não é um agendamento para a vacinação.

O Plano de Vacinação no Município é desenvolvido com cronograma de prioridades, seguindo diretrizes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde e mediante envio e disponibilidade de doses.

Em caso de dúvidas sobre a vacinação contra a Covid-19 no Município, a pessoa pode entrar em contato, de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas, pelo telefone 3455.1654.