Americana aplica 3.603 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira

Por Roberto 21/07/2021 - 22:24 hs

Americana aplica 3.603 doses de vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira
Americana já aplicou um total de 183 mil doses da vacina

 

Americana aplicou nesta quarta-feira (21) 3.603 doses da vacina contra a Covid-19. Foram vacinadas 1.960 pessoas com a primeira dose, 1.623 moradores com a segunda dose e 20 indivíduos com dose única.

Receberam a primeira dose, 1.547 pessoas com 30 anos ou mais, um profissional de saúde, sete pessoas portadoras de comorbidades, 21 gestantes e puérperas, três portadores de deficiência permanente, quatro idosos, 361 indivíduos privados de liberdade e 16 pessoas com idade entre 25 e 28 anos com a xepa da vacina.

A segunda dose foi aplicada em 21 profissionais de saúde, 932 idosos, quatro gestantes e 666 pessoas da população em geral com a xepa da vacina. Já a dose única foi aplicada em 20 moradores em situação de rua.

O total de doses aplicadas é de 183.383, sendo 134.216 da primeira dose, 43.156 da segunda e 6.011 de dose única.


Nesta quinta-feira (22) o esquema vacinal será o seguinte:

Primeira dose:

Receberão a primeira dose os moradores com 29 anos ou mais, profissionais da Educação, portadores de comorbidades e portadores de deficiência permanente, todos com 18 anos ou mais, além das gestantes e puérperas com 18 anos ou mais.

Segunda dose:

Receberão a segunda dose os idosos com 63 anos ou mais, profissionais da saúde e profissionais da Educação.

Xepa da vacina:

Os moradores na faixa etária de 25 a 28 anos podem se inscrever para a “xepa da vacina”, tanto para a primeira quanto a segunda dose, bastando deixar o nome e telefone de contato em uma das unidades básicas de saúde. Os telefones das unidades estão disponíveis no site www.saudeamericana.com.br, onde deve ser acessada a aba “estrutura”.

A Vigilância Epidemiológica alerta, no entanto, que a “xepa da vacina” não é um agendamento, mas sim um cadastro para que o morador receba a vacina quando houver disponibilidade por meio de doses que sobrem, portanto, não é uma garantia de vacinação.