Centenas se despedem do pastor Wagner Longhi, secretário de Promoção Social de NO

Por Roberto 26/11/2021 - 19:34 hs

Centenas se despedem do pastor Wagner Longhi, secretário de Promoção Social de NO
Velório ocorreu no prédio da Prefeitura (Imagens divulgação)

 

O saguão do Paço Municipal de Nova Odessa ficou lotado na manhã dessa sexta (26/11), durante o velório do pastor e diretor de Promoção Social da atual gestão, Wagner Longhi. Centenas de pessoas compareceram à despedida, para prestar as últimas homenagens ao líder, amigo, irmão – confirmando que se trata de uma pessoa muito querida por toda a cidade.

 

A cerimônia contou com cerca de 400 pessoas, entre parentes, amigos, fieis da Monte Gileade e colegas da Prefeitura, que entoaram cânticos e louvores em memória de Longhi. Ele foi sepultado em seguida, no Cemitério Municipal.



 

Na sua vez ao microfone, o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, destacou novamente que “o pastor Wagner foi um grande homem, que cuidava da família, da igreja e dos mais necessitados de Nova Odessa com carinho, amor e dedicação”.

 

“Não só eu, mas toda a Administração Municipal sente muito a perda do pastor Wagner Longhi. Um homem sério, honesto, que deixou sua marca, com um trabalho social importante. Por sugestão dele, criamos o Programa NOS, ajudando centenas de famílias de Nova Odessa que tinham perdido seu ganha pão devido à pandemia. Ele tinha uma preocupação muito grande com os moradores de rua, e ia pela manhã, à tarde e à noite na Praça Central para prestar auxílio a essas pessoas. Amor ao próximo é o legado que ele nos deixa”, disse o chefe do Executivo novaodessense.

 

O vice-prefeito Alessandro Miranda, o Mineirinho, destacou o exemplo e a liderança naturais que Longhi exercia na equipe e nas pessoas ao seu redor. “Era um exemplo de pessoa dedicada ao trabalho, a servir ao próximo”, afirmou. Emocionado, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Samuel Marin, não conseguiu falar ao público presente.

 

A esposa de Longhi, Maria Lúcia, destacou o amor que o homenageado sentia por ela, pela família e pela igreja, afirmando que “o amor dele pelas pessoas não acaba aqui”. “Ele gostava muito do que fazia. Acho que ele amava todo mundo, era uma pessoa que vivia e amava os demais com uma facilidade muito grande. Era muito puro nisso, de amar o próximo. Obrigada por tudo, meu amor. Obrigada, Nova Odessa. Agradecemos a todos pelo carinho e dedicação para com meu marido enquanto ele esteve aqui. Que Deus abençoa essa cidade”, falou, ao lado do filho Joshua.



 

Entre os presentes, muitos pastores de diversas denominações e, entre eles, três que são índios terena, do Mato Grosso do Sul – onde Longhi esteve em diversas missões ao longo do seu ministério. São eles Jader de Oliveira, Josias Paulo e Gideão Reginaldo, além do motorista Abner José, que são índios Terena de Aquidauana/MS. Houve até mesmo uma oração no idioma dos terenas.

 

Wagner Longhi faleceu na manhã de quinta-feira, em casa, de infarto fulminante. Ele chegou a passar por dois procedimentos de tentativa de ressuscitação, sem sucesso, e teve o óbito constatado no Hospital e Maternidade Municipal por volta das 7h50.

 

Nascido em Junqueirópolis/SP em 15 de dezembro de 1965 de uma família de agricultores, filho de Luiz Longhi e Jesuína Sofia Longhi, pastor Wagner (como era conhecido) é casado com Maria Lúcia da Cruz Longhi e deixa dois filhos, Arnom Luis Longhi e Joshua Longhi. É bacharel em Teologia pela Faculdade Teológica Batista de Campinas (1993), graduado em Teologia pela Universidade de Maringá/PR (2015) e cursava Administração de Empresas em Americana.

 

Ele atuava como diretor do Social da Prefeitura desde o início da gestão do atual prefeito, alcançado excelentes resultados neste ano.



 

Longhi chegou a Nova Odessa 1981. De origens simples como a maioria dos migrantes e imigrantes que construíram a Nova Odessa de hoje, trabalhou na antiga Indarma, no Banco Bradesco e como representante comercial no setor farmacêutico. Em 1987, recebeu o chamado de Deus para ser pastor, a partir do qual se formou em Teologia na Faculdade Teológica Batista de Campinas. Foi ordenado pastor pela Igreja Batista em 1993.

 

Em 1997, foi o pastor fundador do Ministério Monte Gileade em Nova Odessa. Ingressou na política nas Eleições Municipais de 2020, pleiteando o cargo de vice-prefeito. No início deste ano, foi convidado pelo prefeito Leitinho para assumir a “Promoção Social” da cidade, e vinha sendo constantemente reconhecido e elogiado pelo chefe do Executivo por sua dedicação aos mais pobres.

 

Wagner Longhi era um dos fundadores do Copeno (Conselho de Pastores de Nova Odessa) e também conselheiro e mentor de 22 pastores e de seis igrejas da região; membro da Associação de Igrejas MDA Brasil; membro da Aliança Internacional de Pastores da Missionary Church/USA; fundador e mantenedor da Aceno (Associação Comunitária Educacional de Nova Odessa) há 15 anos; fundador e mantenedor do Instituto Bíblico Rhema há 12 anos – entre outros títulos e atividades.