Jovem morre após ficar sem atendimento médico em Cosmópolis

Jovem morre após ficar sem atendimento médico em Cosmópolis

Por Roberto 08/01/2017 - 20:40 hs

Jovem morre após ficar sem atendimento médico em Cosmópolis
Luiz Henrique morreu após não ter atendimento médico em hospital de Cosmópolis

Unidade de saúde da cidade estava fechada quando houve a urgência.
Profissionais não teriam ido trabalhar porque estão sem receber salário

Luiz Henrique Marcondes Vanzella morreu após sofrer um acidente de trânsito e não conseguir atendimento médico no hospital municipal de Cosmópolis(SP). Segundo informações da EPTV, afiliada da Globo, o jovem foi socorrido e levado para a unidade de saúde da cidade, mas não teve atendimento médico, porque não havia profissionais no local. Por isso, ele teve que ser transferido para um hospital em Arthur Nogueira (SP), mas não resistiu e morreu durante o percurso.

Em relatos à equipe da EPTV, familiares da vítima disseram que após Luiz Henrique sofrer o acidente, ele  foi levado para o Hospital Municipal Santa Gertrudes, que estava fechado por não ter médicos de plantão. O jovem teve que ser atendido por enfermeiros que estavam no local  e foi encaminhado para o hospital Bom Samaritano, em Arthur Nogueira, localizado a sete quilômetros de distância. No entanto, a vítima não resistiu ao ferimentos e morreu dentro da ambulância.

Hospital municipal de Cosmópolis (Foto: Reprodução/EPTV)
Hospital municipal de Cosmópolis
(Foto: Reprodução/EPTV)

De acordo com funcionários do hospital ouvidos pelo G1, o hospital foi fechado no sábado por volta das 19 horas, porque os dois médicos plantonistas não foram trabalhar em protesto a falta de pagamento. A unidade só foi reaberta neste domingo (8) às 12h, com três médicos de plantão, para atender apenas casos de emergências.

G1 entrou tentou entrar em contato com o diretor do hospital, Luiz César Pacheco, mas ele não foi encontrado. Segundo informações de uma funcionária da unidade, ele foi até Campinas para procurar um médico para fazer plantão na unidade na noite deste domingo.

Pagamentos atrasados


Em dezembro, 180 funcionários entraram em greve pela falta de pagamento do salário e do décimo terceiro. Um acordo com a Prefeitura, que prevê o pagamento do 13º até o final de janeiro  possibilitou o término da greve.

"Há uns dois anos e meio vêm atrasando os pagamentos. E os funcionários sempre colaborando, não fizemos nenhuma manifestação, sempre apoiamos a diretoria. Mas o pessoal foi se cansando né, porque chegou agora em dezembro e nós não temos nem décimo terceiro nem pagamento. E sem previsão de pagamento", declarou a diretora do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Márcia Regina Paz na época.

Em nota, a Prefeitura de Cosmópolis disse que a falta de pagamentos ocorria por causa de atrasos de repasses do Governo Federal, que alegou que o Ministério da Saúde tinha até o fim de dezembro para liberar a verba , portanto, segundo a pasta, não poderia ser dito que havia atraso no repasse de recursos.

 

Fonte: G1