Polícia divulga nomes das vitimas do atentado em Piracicaba

Por Roberto 22/06/2022 - 10:33 hs

Polícia divulga nomes das vitimas do atentado em Piracicaba
Local onde ocorreu o ataque em Piracicaba (Foto: Edjan del Santo/EPTV)

A polícia identificou as três pessoas que morreram em um ataque dentro de um ônibus do transporte municipal em uma das principais avenida de Piracicaba (SP), na tarde desta terça-feira (21). O autor do crime foi preso.

 

As vítimas que não resistiram são duas mulheres e um homem. Além deles, outras três pessoas foram socorridas para unidades de saúde da cidade, uma delas em estado grave.



 

Veja quem são as vítimas que morreram no ataque:

 

·         Adriana Coelho da Silva, 42 anos

·         Roseli Ramalho Ferreira, 55 anos

·         Valdemar da Silva Venâncio, 68 anos

 

Roseli era funcionária do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e Região. A entidade divulgou uma nota de pesar em rede social.


 

"O Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e Região comunica a todos que a Sede (Rua Prudente de Moraes, 914, centro) e o Clube recreativo (Av. Dois Córregos, 3110) estarão fechados nos dias (21/06) e (22/06), por motivo de luto, em decorrência do falecimento da funcionária Roseli Ramalho. Manifestemos nossos sentimentos de pesar e solidariedade a toda família e amigos", comunicou.




No total, seis pessoas foram esfaqueadas. Outras duas vítimas foram conduzidas para o Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba (HFC). Uma delas é um rapaz de 28 anos que está em estado grave e a outra é uma idosa de 60 anos que está em estado estável, segundo o último boletim médico da unidade de saúde.

 

Já uma idosa foi socorrida com crise nervosa para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da rede municipal.



Ontem, às 15h15, o autor José Antoni de posse de uma faca de açougueiro atacou passageiros dentro do coletivo da linha 444 – Centro/Vila Sônia. Em seguida, foi preso em flagrante pela Polícia Militar. A Polícia Civil dá continuidade à investigação para apurar a motivação do crime. Em princípio, a polícia trabalha com a hipótese de um surto ou algo parecido.


O crime consternou a cidade de Piracicaba e toda a região. Os passageiros ficaram em estado de choque. O ônibus estava lotado com cerca de 40 passageiros naquele momento.

 

Com informações do G1/Piracicaba

Fotos Cláudia Assêncio/G1 e divulgação