Seja bem vindo
Santa Bárbara,27/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Hélio Silva defende regionalização do Cross durante reunião do Parlamento da RMC


Hélio Silva defende regionalização do Cross durante reunião do Parlamento da RMC Presidente Hélio Silva pede regionalização da Cross

Ofício entregue pelo chefe do Legislativo de Sumaré à Comissão de Saúde do Parlamento da RMC aponta que existem pacientes esperando há 10 anos na fila da cirurgia em SP



O presidente da Câmara Municipal de Sumaré, vereador Hélio Silva (Cidadania), defendeu a regionalização da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross) na região Metropolitana de Campinas (RMC). A sugestão foi feita durante a 6ª reunião do Parlamento da RMC, ocorrida na sexta-feira (4), na cidade de Vinhedo.


Em ofício entregue à presidente da Comissão de Saúde do Parlamento da RMC, vereadora Silene Carvalini (PP), de Indaiatuba, Hélio Silva relatou a dificuldade que pacientes enfrentam para agendar exames e cirurgias em diversas especialidades médicas no estado. Conforme o presidente, há casos de pacientes aguardando na fila há 10 anos para um procedimento cirúrgico no pé.


“É inimaginável a situação de uma pessoa com tal necessidade, por tanto tempo. Nota-se ainda condições de glaucoma desde o ano de 2016, mulheres aguardando cirurgias ginecológicas há 5 anos, pacientes esperando na especialidade de neurocirurgia desde 2014. Ou seja, não há qualidade de vida para esses cidadãos em função da falta de disponibilidade, pelo Estado, de estrutura médica hospitalar adequada e devidamente distribuída territorialmente de modo a atender toda a população do estado de São Paulo”, declara o presidente da Câmara.


 Vestibular FAM

Com a regionalização do Cross, o parlamentar espera haver maior agilidade no atendimento médico, redução do desconforto para os pacientes, redução de custos de deslocamentos, maior controle regional das ofertas das vagas, entre outros benefícios.

“A regionalização do Cross seria, inclusive, um importante instrumento aliado a outro projeto que se encontra em pauta na região, que é a construção do Hospital Regional da Unicamp, com até 400 leitos, atuando como equipamento complementar ao Hospital de Clínicas da Unicamp”.

O presidente Hélio Silva ressaltou ainda que, em Sumaré, a rede municipal de saúde tem trabalhado para manter padrões de conduta nos encaminhamentos da atenção primária para as especialidades, minimizando as devoluções de pedidos de encaminhamentos por falta de preenchimento de requisitos.


“Ainda assim, é muito importante que a saúde seja pensada no âmbito regional, estadual e nacional, uma vez que o SUS tem caráter universal. Dessa forma, a uniformização de protocolos e de sistema é fundamental”.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login