Seja bem vindo
Santa Bárbara,26/02/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Administração em alta: Censo 2022 aponta a área como a mais procurada pelos estudantes

Fonte: Redação
Administração em alta: Censo 2022 aponta a área como a mais procurada pelos estudantes Administração é uma das áreas mais procuradas pelos estudantes


O levantamento revela, ainda, que a maioria dos matriculados optou pelos cursos a distância

A área de Administração, que engloba os cursos de bacharelado em Administração e Administração Pública e os tecnológicos em Gestão, segue como o segmento mais procurado pelos estudantes, segundo o Censo da Educação Superior 2022. O estudo, realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), aponta que a soma dos novos alunos matriculados nesses cursos chega a mais de 1,4 milhão. Deste total, quase 800 mil estudantes optaram pelas formações tecnológicas, enquanto mais de 655 mil graduandos decidiram pelos bacharelados. 

Para o administrador Taiguara de Freitas Langrafe, diretor de Relações Institucionais do Conselho Regional de Administração de São Paulo - CRA-SP, a alta demanda da Administração deve-se às diferentes opções que surgiram nos últimos anos, como os cursos Superiores de Tecnologia, nas modalidades presencial e EaD, além do bacharelado em Administração, no formato a distância. “Há duas décadas, a única opção de formação era o bacharelado presencial”, explica Langrafe. 

O levantamento revela, ainda, os maiores cursos de graduação no Brasil, em número de matrículas: Pedagogia (821.864), Direito (671.726), Enfermagem (457.968), Contabilidade (327.499), Psicologia (314.543), Sistemas de Informação (308.850), Educação Física (254.383) e Medicina (245.501).

EaD em alta

Entre os mais de 1,4 milhão de matriculados nas áreas da Administração, a pesquisa mostra que 87,4% dos estudantes de cursos tecnológicos optaram pela modalidade de Ensino a Distância (EaD). Nos cursos de bacharelado, esse índice chegou a 61,8%. 

Por outro lado, o estudo aponta que o número de matrículas em cursos presenciais vem diminuindo desde 2014: apenas 12,6% dos estudantes dos cursos de tecnologia e 38,2% dos alunos de bacharelado optaram por essa modalidade de ensino. 

O aumento significativo de cursos EaD nos últimos anos, segundo Langrafe, deve-se ao contexto brasileiro, que apresentou cursos a distância com mensalidades bastante atrativas. “A preferência pelos cursos de tecnologia em gestão está intrinsecamente ligada ao seu curto prazo, o que também impacta no custo total da formação. Além disso, a comodidade e a flexibilidade de horários, em especial para o público mais maduro, são fatores que justificam a escolha pela EaD. Porém, o preço segue como ponto principal de atração”, explica o administrador.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login