Seja bem vindo
Santa Bárbara,27/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Nova Odessa registra 1º óbito confirmado por dengue em 2024

Fonte: Redação
Nova Odessa registra 1º óbito confirmado por dengue em 2024 Trabalho de recolhimento de possíveis criadouros de dengue na cidade


 

Ações contra o mosquito transmissor do vírus continuam diariamente na cidade, mas população deve fazer a sua parte

 


 

Exames laboratoriais recebidos pela Vigilância Epidemiológica de Nova Odessa nesta quarta-feira (08/05) confirmaram o primeiro óbito por dengue neste ano na cidade. Trata-se, infelizmente, de uma mulher de 42 anos moradora do Altos do Klavin. Ela iniciou os sintomas em 04/04, foi internada dia 10/04 no HMNO (Hospital e Maternidade Municipal), de onde foi transferida para uma UTI em hospital de Piracicaba via CROSS (Central de Regulação de Vagas) no dia 12/04, mas não resistiu, indo a óbito em 15/04.

 

Era um dos casos que vinham aparecendo como “óbitos em investigação” no painel do Estado. Restam ainda dois óbitos em investigação na cidade, aguardando resultados de exames. Outros “suspeitos” foram negativados ao longo das semanas anteriores. Antes, os últimos óbitos por dengue em Nova Odessa haviam sido registrados em 2015, quando 3 moradores foram vitimados pela doença viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

 

Nova Odessa registra 2.743 casos positivos de dengue neste ano, mas parte desses casos são de moradores de outras cidades próximas que buscam atendimento médico na Rede Municipal de Saúde.

 

O Município segue promovendo ações diárias e ininterruptas de combate ao mosquito transmissor do vírus da dengue, e reforça o apelo para que a comunidade também fala sua parte eliminando das casas, estabelecimentos, quintais e terrenos todo material que posso acumular água limpa e parada. Lembramos que até 90% dos criadouros encontram-se no interior dos imóveis particulares.

 

Na última semana, por exemplo, Nova Odessa atingiu o total de 17,8 mil imóveis atendidos pelo serviço de nebulização veicular de inseticida contra o mosquito Aedes aegypti adulto, transmissor dos vírus da dengue, zika e chikungunya. O Residencial das Árvores do Programa Minha Casa Minha Vida (formado pelos condomínios populares Ipê Amarelo, Ipê Roxo e Ipê Branco) recebe nesta semana nebulização interna.

 

A Secretaria Municipal de Saúde segue avaliando a situação de cada localidade e pode promover novas nebulizações veiculares a frio, com alto poder de dispersão e amplo alcance do inseticida.

 

Além das nebulizações veiculares, o trabalho de combate ao mosquito transmissor do vírus da dengue continua diariamente em Nova Odessa, e é realizado pela equipe de 10 servidores do Setor de Zoonoses. Durante a semana, a equipe de Zoonoses segue realizando o trabalho de “BCC”, ou “busca casa a casa” por criadouros e pacientes sintomáticos.

 

E, aos sábados, acontecem os “arrastões” de recolhimento de criadouros do mosquito em bairros mais críticos para a dengue. Em todos os casos, a Secretaria Municipal de Saúde pede que os moradores visitados sempre abram as portas para a equipe antidengue da Prefeitura.

 

Acompanhe as ações antidengue diariamente em https://www.novaodessa.sp.gov.br/, https://www.facebook.com/PrefeituradeNovaOdessa/ e https://www.instagram.com/prefeituradenovaodessa/.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login