Seja bem vindo
Santa Bárbara,20/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Menino de 7 anos morre vítima de dengue hemorrágica e família acusa PS de negligência

Fonte: Redação
Menino de 7 anos morre vítima de dengue hemorrágica e família acusa PS de negligência Ronald tinha 7 anos e sonhava ser jogador de futebol

Santa Bárbara d’Oeste registrou, nesta quarta-feira (22), mais uma morte causada por dengue hemorrágica. Trata-se do menino Ronald Kaique Sodré Paz, de apenas 7 anos, que residia no bairro Cidade Nova. No atestado de óbito consta problemas respiratórios como a causa da morte, mas a família tem exames que apontam que o garoto foi diagnosticado com dengue. A família acusa os prontos-socorros de negligência médica. 

Segundo contou a mãe, a comerciária Vanessa Sodré, seu filho era asmático e desde sábado vinha reclamando de dor na perna e em volta dos olhos. Nesse dia, ela levou Ronald no PS Afonso Ramos, onde foi medicado e liberado. 

No domingo, ela passou mal e ela tornou a voltar na unidade de saúde pela manhã. Fez exames e voltou à noite para mostrar ao médico. O profissional descartou dengue, apesar de todos os indicativos, dizendo que poderia ser um falso positivo. 

Na segunda-feira, ele ficou estável e ontem (21), o menino não estava bem, e não conformada com a situação, ela procurou o PS Edison Mano, porque seu filho já estava apresentando manchas pelo corpo e cuspindo sangue. Deixou o PS por volta de 1h desta quarta-feira (22).  

De manhã, por volta de 5h, levou o garoto novamente no PS Afonso Ramos, onde ministraram medicamento e levaram Ronald para a semi-intensiva e intubaram o garoto, mas ele não resistiu e morreu às 9h40. 


A mãe alega negligência nos atendimentos dos prontos-socorros. “No sábado, o médico já havia prescrito oxigênio para meu filho, mas não colocaram ele. Hoje que deram o oxigênio. Não pediram raio-x, foi negligência médica. Quem perde sou eu que sou mãe,  quem está sentindo a dor sou eu, então pra eles é só uma estatística, mas pra mim foi o meu bem mais precioso”, diz revoltada. Segundo ela, o sonho de Ronald era ser jogador de futebol, interrompido precocemente. 



Ronald tinha sonho de ser jogador de futebol


A família pretende registrar um boletim de ocorrência por negligência médica. “No atestado de óbito colocaram problemas respiratórios, temos os exames aqui. Foi dengue, ele estava com o corpo cheio de manchas”, declarou. 

 

Ronald era filho de Mateus Trindade Paz e Vanessa Sodré dos Santos, O velório acontece nesta quarta-feira (22), das 20h às 23h e o sepultamento se dará nesta sexta-feira (24), às 10h, no Cemitério Parque Castanhal, no Estado do Pará. 

 

Até ontem (21), Santa Bárbara havia confirmada duas mortes por dengue este ano. Em março, um homem de 39 anos, que morava no bairro São Joaquim, e em maio, um homem de 80 anos, que residia na Vila Boldrin. 

 

A reportagem entrou em contato à noite com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura e, assim que recebermos, a resposta da administração sobre o caso, será acrescentada à reportagem. 




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login