Seja bem vindo
Santa Bárbara,20/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Livro retrata obras africanas do acervo de Rogério Cerqueira Leite

Fonte: Redação
Livro retrata obras africanas do acervo de Rogério Cerqueira Leite Lançamento do livro nesta quinta-feira em Campinas

 

Lançamento será na próxima quinta-feira, dia 13, às 18h30, no Auditório do Campus I da PUC-Campinas. O evento contará com a exposição de cerca de 20 peças da coleção particular do cientista. A publicação, assinada em conjunto pelas editoras Splendet, da PUC-Campinas, e pela Editora Unicamp, foi escrita por Lisy-Marta Heloísa Leuba Salum e Renato Araújo da Silva.  

Pela segunda vez, as editoras das duas principais universidades de Campinas, a Splendet, da PUC-Campinas, e a Editora Unicamp, se unem para transformar em livro parte dos acervos das obras de arte do cientista Rogério Cezar de Cerqueira Leite. Ao longo do anos, o professor Rogério, como é chamado no meio universitário, vem colecionando obras de arte de culturas específicas que despertaram o interesse acadêmico pela sua importância histórica e cultural. Em 2022, foi publicado o livro “Arte e Arqueologia da América Indígena”, com foco na coleção pré-colombiana, pertencente ao cientista.  Na próxima quinta-feira, dia 13, sai das prensas o segundo título, “Legados: a Coleção de Arte Africana Cerqueira Leite”, composto por 370 imagens, principalmente de estatuetas e máscaras africanas, comentadas com a contextualização do período histórico no qual foram criadas e de quando foram apropriadas pelo continente europeu.

O evento de lançamento será às 18h30, no Auditório do Campus I da PUC-Campinas, e contará com a exposição de, pelo menos, 20 peças da coleção privada e bastante representativa do professor Rogério Cerqueira Leite. O catálogo, com 392 páginas, é bilíngue e tem como autores Lisy-Marta Heloísa Leuba Salum e Renato Araújo da Silva, dois dos maiores especialistas em arte africana no Brasil. Os seus estudos, contidos nesse livro, são extremamente qualificados e interessantes, devendo fazer da publicação um paradigma nacional. O exemplar será vendido por R$ 280,00. Essas obras se somam a iniciativas de vários museus, principalmente afro-brasileiros, de divulgar a arte desses povos. Essa coleção foi adquirida pelo professor Rogério na África, na Europa e no Brasil, sendo algumas peças compradas de coleções de diplomatas. Ela já foi exposta na Pinacoteca do Estado de São Paulo e, por três vezes, em Campinas, pela CPFL, pela Unicamp e pela Prefeitura, além de, virtualmente, ter sido apresentada pela PUC-Campinas durante a pandemia de covid-19. O professor Rogério tem outras cinco coleções já entregues para as editoras da PUC-Campinas e da Unicamp e outras quatro coleções estão em preparação.

                     

Sobre a publicação 

O livro “Legados: a Coleção de Arte Africana Cerqueira Leite” traz imagens e comentários de 10 peças africanas que, no século XIX, chegaram a ser expostas “como prova do suposto atraso cultural e intelectual dos povos africanos”, numa possível tentativa de justificar o sanguinário uso de força durante as invasões dos territórios daqueles povos pelos europeus.  Desta forma, a proposta da publicação é provocar a reflexão moderna sobre a influência da arte africana e contribuir para a compreensão do papel dessa expressão artística no mundo e, em especial, no Brasil, em que mais de 50% da população se reconhece como descendente de povos africanos. Os reitores da PUC-Campinas, Germano Rigacci Júnior, e da Unicamp, Antonio José de Almeida Meirelles, são unânimes ao afirmar que a obra presta um serviço à humanidade na medida em que divulga essa arte tão importante e influente, mesmo sem receber o devido crédito. 

Organizado em cinco capítulos principais (I. África setentrional e oriental; II. África central; III. África ocidental; IV. Arte africana e signos de riqueza e poder; e V. Arte africana e sua modernização), o catálogo promove reflexões sobre as inúmeras formas de expressões estéticas da cultura material africana em suportes variados. A publicação também reforça o caráter multifacetado de Cerqueira Leite, um dos grandes nomes da ciência nacional, que atuou como um dos fundadores do Departamento de Física da Unicamp. Além de seu caminho notável nas ciências, ele esteve presente nas discussões relevantes para o País, e isso se reflete nesta obra.  O amor de Cerqueira Leite pelas artes e sua postura acadêmica ao presentear a sociedade com mais um livro rico em conhecimento somam-se à tradição da Unicamp, a melhor Universidade do Brasil, e à vanguarda da PUC-Campinas ao inaugurar, em 2023, o Centro de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros Dra. Nicéa Quintino Amauro, com o objetivo de destacar a importância de a sociedade ter acesso ao conhecimento e à cultura que vêm desses povos. 

                                     

Sobre os autores 

Lisy-Marta Heloísa Leuba Salum é graduada em Educação Artística pela Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) e fez mestrado e doutorado em Antropologia Social na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). É docente da área de Etnologia Africana no Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da USP. Renato Araújo da Silva é pesquisador da Associação Museu Afro Brasil e já integrou a equipe de educadores dessa instituição. 

Serviço 

Lançamento do livro “Legados: a Coleção de Arte Africana Cerqueira Leite” 

Data:  13/06 

Horário: às 18h30 

Local: Auditório - Campus I PUC-Campinas  

Publicação: Editora Splendet, da PUC-Campinas, em parceria com a Editora Unicamp. 




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login