Vereadores rejeitam índice inflacionário aos próprios subsídios

Por Roberto 17/05/2016 - 20:16 hs

Vereadores rejeitam índice inflacionário aos próprios subsídios
Câmara ficou dividida ao votar projeto de reajuste dos subsídios

Os vereadores de Santa Bárbara d'Oeste rejeitaram, hoje (17), durante sessão ordinária, o projeto de lei de reajuste de 9,83% de reposição da inflação aos próprios subsídios. Em contrapartida, eles aprovaram o reajuste para os servidores do Legislativo.

A votação causou polêmica entre os parlamentares. Uns sugeriram que o reajuste fosse também parcelado, como propõe a Prefeitura aos servidores municipais. Outros, por questão de ser ano político, preferem manter o mesmo subsídio para não serem criticados pela população. 

Votaram favoráveis ao reajuste dos vereadores: Joi (SD), Antonio da Loja (PR), Kadu Garçom (PR), Alex Backer (PRB), Antonio Pereira (PT), Bebeto (SD) e Uruguaio (SD). Se posicionaram contrários à proposta Giovanni Bonfim (PDT), Carlão Motorista (PDT), Careca do Esporte (PROS), Carlos Fontes (PSD), Wilson da Engenharia (PSDB), Dr. José (PSDB), Fabiano Pinguim (DEM) e Ademir da Silva (DEM). Felipoe Sanches (PSC) e Celso Ávila (PV) não votaram.

Na próxima semana, a Câmara deverá votar o projeto do Executivo de reajuste ao funcionalismo municipal. Duas propostas estão sendo estudadas pelo sindicato e servidores: 3,5% em parcela única, ou 9,83% em três vezes, 3% em junho, 4% em setembro e 2,83% em novembro.