Aluna de Farmácia da Uniara estuda a utilização de biomateriais no auxílio da recuperação de tecidos ósseos

Aluna de Farmácia da Uniara estuda a utilização de biomateriais no auxílio da recuperação de tecidos ósseos

Por Roberto 22/06/2017 - 22:05 hs

Aluna de Farmácia da Uniara estuda a utilização de biomateriais no auxílio da recuperação de tecidos ósseos
Aluna da Uniara realiza pesquisa

 

Pesquisa de Isabela Gorla Gonçalves é orientada pela professora da pós-graduação em Biotecnologia da universidade, Eliane Trovatti

 

 

A estudante do terceiro ano do curso de Farmácia da Universidade de Araraquara – Uniara, Isabela Gorla Gonçalves, tornou-se bolsista de iniciação científica - IC pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP por seu trabalho “Desenvolvimento de Scaffold Baseado em Poliureia Furânica Para Reparo Tendíneo”, orientado pela professora do Programa de Pós-Graduação de Biotecnologia em Medicina Regenerativa e Química Medicinal – PPGB-MRQM da universidade, Eliane Trovatti.

 

Isabela comenta que problemas de saúde, um maior índice de acidentes relacionados ao estilo de vida e o aumento da idade média da população mundial, têm aumentado o surgimento de danos causados principalmente aos tecidos ósseos, cartilagens e tendões. “A utilização de biomateriais para auxiliar na recuperação desses tecidos tem beneficiado inúmeros pacientes, e sua aplicação é uma prática utilizada no dia-a-dia em medicina, atualmente, com diversos biomateriais já disponíveis comercialmente”, diz.

 

Contudo, em relação aos materiais que atendam a todas as exigências para se comportarem de forma ideal dentro do organismo, ela afirma que ainda há muito a ser desenvolvido. “No caso de lesões tendíneas, é raro encontrar um material com propriedades ótimas para auxiliar no aumento da velocidade de recuperação. Assim, a proposta do projeto é o desenvolvimento de um novo polímero, como um material alternativo à gama de materiais existentes para este fim”, explica.

 

A ideia principal, segundo a aluna, é estudar se as propriedades do polímero atendem os requisitos mínimos para uso em medicina regenerativa, “isso é, se apresenta boa resistência mecânica, baixa toxicidade e uma morfologia adequada”. “O material será caracterizado quanto às suas propriedades mecânicas - ensaios mecânicos de tração -, morfologia e citotoxicidade in vitro em células humanas”, esclarece. 

 

Ser bolsista pela FAPESP é motivo de orgulho para Isabela. “É uma instituição pública de fomento à pesquisa acadêmica ligada à Secretaria de Ensino Superior do governo do estado de São Paulo. Uma bolsa de IC da Fundação está vinculada à ideia de um bom desempenho acadêmico do aluno, considerando seus critérios de seleção. A importância de receber a bolsa é apenas um demonstrativo da valorização do trabalho científico. Além da experiência, ter esse registro em meu currículo pode ser interessante para minha carreira profissional após a universidade”, aponta.

 

Para a estudante, a conquista é, a princípio, um desafio, “já que cursar Farmácia exige a maior parte do tempo para estudos, e com a IC não é diferente, porém, é uma nova experiência que acredito que não teria na graduação, por serem temas mais específicos, além de a bolsa ser um incentivo”. “A iniciação científica está sendo fundamental para me ajudar a decidir o que fazer depois de concluir a graduação, que era a minha principal preocupação”, comenta Isabela, que salienta que a IC estimula a aprendizagem e a resolução de problemas, “ajudando muito no desenvolvimento profissional”.

 

A coordenadora do curso de Farmácia da Uniara, Thalita Pedroni Formariz Pilon, está contente pela conquista da aluna. “A FAPESP exige muita dedicação, e a Isabela está envolvida com projetos de pesquisa desde seu primeiro ano de graduação. Ela é excelente, extremamente esforçada, e busca o que quer. A concessão de bolsa é o reflexo da dedicação na pesquisa e no curso, uma vez que a Fundação analisa, além do projeto, o desempenho acadêmico do estudante. Para nós, é um orgulho termos uma aluna como Isabela, e uma professora tão profissional como sua orientadora, Eliane Trovatti”, finaliza.

 

Informações sobre a graduação de Farmácia podem ser obtidas no endereçowww.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.