Corinthians bate Palmeiras e conquista 29º título paulista

Por Roberto 08/04/2018 - 18:33 hs

Corinthians bate Palmeiras e conquista 29º título paulista
Timão conquista bicampeonato paulista
O Corinthians é campeão paulista pela 29ª vez na história. O Timão venceu, hoje (8), o Palmeiras no Allianz Parque, por 1 x 0, no tempo normal e bateu o alviverde nos pêanltis por 4 x 3. Desde 1999, que as duas equipes não disputavam uma final de campeonato paulista.

Nas penalidades, mais uma vez brilhou a estrela do goleiro Cássio. Ele pegou as cobranças de Dudu e Lucas Lima, os dois melhores jogadores do Palmeiras, garantindo o título ao alvinegro. O gol  do Corinthians foi marcado logo no início da partida por Rodriguinho. Mateus Vital fez bela jogada em cima de Antônio Carlos na esquerda, invadiu a área e rolou para Rodriguinho chapar. A bola desviou em Victor Luis e matou Jailson.

O jogo foi marcado por muita confusão por conta da arbitragem. o árbitro Marcelo Aparecido de Souza marcou pênalti de Ralf em Dudu aos 26 minutos do segundo tempo. No lannce, o volante do Corinthians toca primeiro a bola, mandando-a para escanteio. Depois de muita reclamação dos corintianos, o quarto árbitro Adriano Miranda chamou o juiz para dar sua opinião. Na leitura labial, é facilmente identificável: "Pegou primeiro a bola, mas a decisão é sua". Marcelo, então, decidiu voltar da decisão, para revolta dos palmeirenses e deu somente escanteio. A paralisação foi de 7 minutos.

Nos pênaltis, Danilo, Romero, Lucca e Maycon fizeram para o Corinthians, e Fagner errou, chutando por cima. Para o Palmeiras, marcara, Victor Luis, Marcos Rocha e Moisés. Dudu e Lucas Lima erraram. (Cássio pegou as duas cobranças).

Um publico de 41.227 pagantes, proporcionou uma renda de R$ 4.001.277,68.

Palmeiras:
Jailson; Marcos Rocha, Antonio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Bruno Henrique (Thiago Santos), Moisés, Lucas Lima e Dudu; Willian (Keno) e Borja (Deyverson). Técnico: Roger Machado.

Corinthians:
Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Maycon, Jadson (Emerson) e Rodriguinho (Danilo); Mateus Vital (Lucca) e Romero. Técnico: Fábio Carille.
Fonte: G1