Prefeito visita obras de reforma do sistema de decantação nas ETAs e pede celeridade

Por Roberto 09/02/2019 - 20:43 hs

Prefeito visita obras de reforma do sistema de decantação nas ETAs e pede celeridade
Omar Najar visita sistema de abastecimento de água

 

O prefeito de Americana, Omar Najar, visitou nesta sexta-feira (8) o sistema de abastecimento de água de Americana, que está passando por reforma e modernização dos equipamentos e decantadores, responsáveis pela limpeza das impurezas da água, e pediu ainda mais celeridade nos trabalhos. As obras iniciaram no dia 23 de janeiro e já atingiram 50% de execução da primeira fase da obra.

 

Com a nova estrutura, o município vai garantir à população a melhoria na eficiência do processo de tratamento de água, segundo o Departamento de Água e Esgoto (DAE). O prefeito foi recebido pelos diretores da autarquia, Carlos Cesar Gimenez Zappia (geral) e Marcos Morelli (administrativo), e pelo chefe da Divisão de Tratamento de Água, Aparecido Roberval de Lima.

 

Durante a visita, o prefeito verificou o andamento dos trabalhos e ficou satisfeito. “Estão fazendo um ótimo trabalho em equipe, as obras estão dentro do previsto, mas peço ainda mais celeridade para que a população de Americana sofra o menos possível com problemas na distribuição de água que esta obra pode causar. Estamos trabalhando para melhorar cada vez mais o serviço oferecido”, ressaltou Omar.

 

As intervenções serão feitas nas Estações de Tratamento de Água (ETA) 1 e 2, com investimento de, aproximadamente, R$ 2,5 milhões. O trabalho está previsto para ser executado em seis meses e, o processo de abastecimento não deverá ser prejudicado, mas poderá ter uma redução entre 15% e 20% no volume de água tratada, devido à paralisação de uma parte do tratamento.

 

A ETA 1 existe desde o final da década de 50 e os equipamentos mais novos datam do início da década de 70. Esta primeira grande reforma nas ETAs possibilitará a melhoria no processo de clarificação do tratamento de água, aumentar a capacidade e a distribuição de água, que passará dos atuais 900 litros de água tratada por segundo para 1050 litros por segundo, segundo o diretor geral do DAE, Carlos Cesar Gimenez Zappia.

 

Para a execução da primeira etapa da obra, foi desligado o decantador 1 da ETA 1 e realizados os procedimentos para o esvaziamento dos tanques e desmontagem da estrutura antiga. Atualmente, está sendo executada a parte da alvenaria. A previsão é terminar a primeira fase da obra até 20 de fevereiro.