Nova Odessa renegocia R$ 2,1 milhões na primeira semana do PRD

Por Roberto 13/04/2019 - 12:12 hs

Nova Odessa renegocia R$ 2,1 milhões na primeira semana do PRD
Atendimento do Programa de Regularização de Débito de NO



A Prefeitura de Nova Odessa fechou 170 acordos com contribuintes, na primeira semana de adesão ao novo PRD (Programa de Regularização de Débito). Segundo números divulgados nesta sexta-feira (12) pela Secretaria de Finanças e Planejamento, foram negociados mais de R$ 2,1 milhões com pessoas físicas e jurídicas inadimplentes com o município.

O PRD disponibiliza, até 24 de maio, as negociações para os débitos de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), taxas e contribuições diversas geradas até 31 de dezembro de 2018, inscritos na Dívida Ativa, e mesmo aqueles que são alvo de discussão judicial. Os atendimentos acontecem no Paço Municipal, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e a homologação ocorre com a compensação do pagamento da primeira parcela.
 

Confira a melhor opção para você e aproveite o PRD:

PESSOAS FÍSICAS. Para os débitos de pessoas físicas, o PRD prevê desconto de 100% sobre o valor total dos juros nas seguintes condições: em até 12 meses, com parcelas mínimas de R$ 60; em até 24 meses, com parcelas mínimas de R$ 65; em até 36 meses, com parcelas mínimas de R$ 70; em até 48 meses, com parcelas mínimas de R$ 75; e em até 60 meses, com parcelas mínimas de R$ 80. O contribuinte que optar em quitar seus débitos à vista, além do desconto de 100% sobre o valor total dos juros, será beneficiado também com o desconto de 50% sobre o valor total de multa.

PESSOAS JURÍDICAS
. Para os débitos de pessoas jurídicas, o Programa de Regularização de Débitos prevê desconto de 100% sobre o valor total dos juros, no pagamento em até 12 meses, com parcelas mínimas de R$ 200; desconto de 70% no pagamento em até 24 meses, com parcelas mínimas de R$ 400; desconto de 60% no pagamento em até 36 meses, com parcelas mínimas de R$ 600; desconto de 50% no pagamento em até 48 meses, com parcelas mínimas de R$ 800; desconto de 40% no pagamento em até 60 meses, com parcelas mínimas de R$ 1 mil; e desconto de 30% no pagamento em até 96 (noventa e seis) meses, com parcelas acima de R$ 1 mil. A pessoa jurídica, que também optar em quitar os débitos à vista, será beneficiado também com o desconto de 50% sobre o valor total de multa.