Polícias Civil e Militar recuperam carga avaliada em mais de R$ 1 milhão em Limeira

13/08/2019 - 10:00 hs

Polícias Civil e Militar recuperam carga avaliada em mais de R$ 1 milhão em Limeira
Carga roubada foi recuperada pelas polícias (Imagens Polícia Civil)

 

Uma ação conjunta entre Polícia Civil e Polícia Militar conseguiu recuperar uma carga avaliada em mais de um milhão de reais, e prender duas pessoas por receptação, associação criminosa e adulteração de sinal identificador de veículo.

Tudo começou após policiais militares informarem os policiais civis da DIG - Delegacia de Investigações Gerais de Limeira (SP), sobre uma carreta "estranha" e um indivíduo suspeito que estava no pátio do Posto Concha de Ouro, localizado no km-146 da Rodovia Anhanguera.

Após diligências as equipes conseguiram prender um homem de 39 anos, no momento em que ele tentava retirar a carreta do local. No interior do baú, foi encontrada um lote de insumo agrícola, avaliada em um milhão e duzentos mil reais, roubado no final de semana em Ituiutaba (MG).

A carga saiu de Paulínia (SP), com destino à Cuiabá (MT), sendo tomada de assalto no meio do trajeto. Feito o levantamento do conjunto, constatou-se que o reboque é produto de roubo pelo município de Jundiaí (SP), no mês de junho deste ano. O cavalo Mercedes-Benz/AXOR, também é produto de roubo por Caçapava (SP), em março deste ano, porém, ambos estavam com placas dublês.

Prosseguindo as diligências, através da MURALHA DIGITAL, foi identificado um segundo indivíduo, o qual foi detido em sua casa em Sumaré (SP), onde foram colhidas provas de sua presença na cidade de Ituiutaba (MG), no momento do crime, sendo o mesmo reconhecido pelas vítimas, como um dos ladrões. 

Vale lembrar que o criminoso saiu da cadeia há sete meses, onde cumpriu 14 anos de pena pelo crime de roubo de carga.A ocorrência teve início na manhã desta segunda-feira (12), e terminou por volta das 23h30. Todos foram conduzidos à Delegacia de Investigações Gerais (DIG), onde a ocorrência foi apresentada.

 

Texto: Beto Ribeiro

Fotos: Polícia Civil