Seja bem vindo
Santa Bárbara,20/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

IRPF24: como evitar cair na malha fina ao declarar gastos com saúde

Fonte: Redação
IRPF24: como evitar cair na malha fina ao declarar gastos com saúde Cuidados para não cair na malha fina com declaração de despesas com Saúde


Erros nas deduções com despesas médicas são a principal causa de problemas

Com o período de prestação de contas ao Leão entrando na reta final, os contribuintes devem redobrar a atenção, principalmente na hora de declarar gastos com saúde. Segundo a Receita Federal do Brasil (RFB), no ano passado, os erros nas deduções com despesas médicas foram os campeões da malha fina. Dos 1,4 milhão de pessoas que tiveram a declaração retida, 42,3% foram por deduções feitas com gastos médicos. O prazo para o envio da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF24) termina na sexta-feira, dia 31 de maio, exceto em 336 municípios do Rio Grande do Sul, onde foi prorrogado para 31 de agosto.

Para o vice-presidente de Operações da Contabilizei, Charles Gularte, a confusão sobre o que é preciso ou não declarar leva o contribuinte à malha fina. “É preciso ter em mente que nem todos os gastos com saúde podem ser descontados, porém todos eles precisam ser comprovados, caso contrário o contribuinte poderá ter problemas com a Receita Federal”. Apesar de a DIRPF24 não trazer mudanças quanto a forma de declarar as despesas médicas em geral, o especialista alerta para a revisão da declaração pré-preenchida, que este ano está disponível para mais de 75% dos contribuintes. “O declarante poderá identificar que algumas despesas médicas já constarão em sua ficha de pagamentos realizados de forma prévia, cabendo a ele conferir os valores e checar se há despesas faltando”, ressalta.

Assim como os demais contribuintes, os médicos também precisam declarar à Receita Federal os atendimentos e os procedimentos que fizeram ao longo do ano. Para isso, eles utilizam a Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (DMED). “Se o médico não declarar na DMED o serviço prestado ao paciente e este paciente declarar que pagou ao médico um determinado valor, o paciente cairá na malha fina. Por isso, é muito importante solicitar a nota fiscal dos procedimentos realizados para que a informação que o médico enviará na DMED seja a mesma que o paciente declarará no seu IRPF”, orienta.

Os contribuintes que estiverem obrigados a declarar o IRPF24 e não fizerem durante o período estabelecido estão sujeitos a multa de 1% ao mês sobre o imposto devido, mais juros, com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto de renda devido.

Sobre a Contabilizei

Presente na vida de mais de 50 mil clientes e em mais de 50 cidades do Brasil, a Contabilizei é o maior escritório de contabilidade do Brasil, líder em abertura de empresas e gestão de CNPJs, que oferece soluções completas, exclusivas e integradas em um único lugar para micro e pequenos empreendedores, além dos profissionais autônomos. A empresa existe para simplificar a vida de quem empreende e potencializar o futuro de cada cliente, transformando o cenário do empreendedorismo no Brasil. Fundada em Curitiba, desde 2013 oferece tecnologia de ponta e a expertise de mais de 1.200 profissionais especialistas em diversas áreas para disponibilizar os melhores serviços contábeis, incluindo abertura de empresa facilitada e com a tributação adequada. Além disso, é especialista em gestão ao garantir suporte por meio do Contabilizei.bank, para a escolha e a manutenção de plano de saúde, soluções de cobrança e pagamentos, cartões PJ e empréstimos pré-aprovados para pessoa jurídica. Tudo isso pensado para o micro e pequeno empreendedor brasileiro e alinhado às suas necessidades em inúmeros ramos de atividade, como medicina, engenharia, tecnologia e marketing, entre outros.





COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login