Polícia Civil prende suspeitos de envolvimento na morte do empresário Alexandre Montagnani

Polícia Civil prende suspeitos de envolvimento na morte do empresário Alexandre Montagnani

Por Roberto 28/07/2016 - 12:22 hs

Polícia Civil prende suspeitos de envolvimento na morte do empresário Alexandre Montagnani
Objetos apreendidos com os suspeitos da morte do empresário riopedrense

Dois suspeitos de envolvimento na morte do empresário Alexandre Montagnani durante tentativa de assalto foram presos. A Polícia Civil de Rio das Pedras (SP), onde aconteceu o crime, cumpriu oito mandados de busca e apreensões em residências do bairro Jardim Oriente, em Piracicaba (SP). Um rapaz de 24 anos e um motorista de 31 anos foram presos com arma, dinheiro, maconha e uma motocicleta.

Montagnani foi morto em 11 de julho com um tiro na cabeça. Ele carregava um malote com cerca de R$ 50 mil e havia acabado de sair de um banco. O empresário foi surpreendido por dois homens em uma moto e um deles atirou antes de conseguir pegar o dinheiro. A dupla fugiu (assista abaixo às imagens liberadas pela polícia no dia do crime).

De acordo com os policiais da delegacia de Rio das Pedras, os suspeitos presos nesta quarta-feira (27) em Piracicaba não confessaram envolvimento no crime, mas ainda são suspeitos e as investigações continuam. Durante a operação, foram encontradas na casa do jovem, na Rua Edne Rontani Bassete, porções de maconha, R$ 1.755 e uma moto Yamaha preta, que recentemente foi pintada de branco e pode ter sido usada no crime.

Arma apreendida com suspeito da morte do empresário Piracicaba (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Revólver apreendido com suspeito da morte de
empresário (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Conforme a polícia, o documento do veículo indicou que houve alteração da cor e que o modelo da moto é o mesmo da que os criminosos utilizaram na tentativa de assalto que terminou com a morte de Montagnani.

Como o jovem tinha contabilidades do tráfico e entorpecentes, ele foi preso por crime inafiançável e levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba.

Já na Rua João Joaquim Ferro, também no Jardim Oriente, o motorista foi preso com um revólver calibre 38 carregado com cinco munições. A Polícia Civil pediu a prisão temporária do homem, que foi levado para cela do plantão policial.

Segundo o boletim de ocorrência, foi definida fiança de R$ 1.760. O valor foi pago pelos familiares do suspeito, que responderá pelo crime de porte irregular de arma em liberdade. Ainda conforme as informações da polícia, os celulares apreendidos durante a operação farão parte da investigação.

O crime

Alexandre Montagnani tinha 51 anos e foi morto com um tiro na cabeça no dia 11 de julho no Centro de Rio das Pedras. O empresário carregava um malote com R$ 50 mil e havia acabado de sair de um banco quando foi abordado por dois suspeitos em uma moto. Um dos ladrões atirou e fugiu sem o dinheiro. Camêras de segurança registraram o crime.

Montagnani era dono de um posto de combustíves e de uma transportadora em Rio das Pedras e não teve tempo de ser socorrido. Ele morreu no local do crime, a dois quarteirões de um de seus estabelecimentos, na Rua Doutor Moraes Barros. Alexandre era bastante conhecido na cidade, conforme a polícia.

 

 

Fonte: G1